terça-feira, 31 de maio de 2016

Dominó

Ceará247 - Seguindo a demissão em massa dos cargos da CGU, em protesto contra as mudanças no órgão e a permanência de Fabiano Silveira como ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, o chefe da Controladoria Geral da União no Ceará, Roberto Vieira Medeiros, entregou hoje o cargo.
Mesmo após as denúncias veiculadas ontem contra o ministro, o presidente interino Michel Temer confirmou a permanência dele no cargo. Neste domingo, o Fantástico, da TV Globo, divulgou áudios de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, que revelam críticas de Silveira à Operação Lava Jato e orientações suas ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), para enfrentar as investigações.
Na manhã desta segunda-feira 30, houve um protesto realizado por analistas e técnicos de finanças e controle, organizado pelo sindicato da categoria, pedindo a exoneração do ministro. O ato impediu que Silveira entrasse na sede da Controladoria Geral da União (CGU). O ministro interino tentou entrar no prédio, mas acabou deixando o local diante da manifestação. Na manifestação, servidores do órgão lavaram as escadas do prédio.
"Não tem como manter o ministro nessa situação. Estamos conversando com as chefias e já tem vários querendo entregar os cargos até que o ministro seja exonerado", disse Rudinei Marques, presidente do Sindicato Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle.
"O Sr. Fabiano Martins Silveira, ao participar de reuniões escusas para aconselhar investigados na operação Lava Jato, bem como ao fazer gestões junto a autoridades e órgãos públicos a fim de apurar denúncias contra seus aliados políticos, demonstrou não preencher os requisitos de conduta necessários para estar à frente de um órgão que zela pela transparência pública e pelo combate à corrupção", diz trecho da nota divulgada pelo sindicato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Audiencia

Sérgio Aguiar e Duquinha, são os dois Deputados Estaduais do Ceará a serem recebidos esta manhã pelo Ministro da Integração Nacional. A aud...