quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Opinião

Carlos Brickman

Que tudo se realize, diz nossa canção tradicional de Ano Novo. E com muito dinheiro no bolso. Pois isto, caro leitor, já está sendo providenciado com carinho.

Os novos ministros, por exemplo, vão ganhar o suficiente para viver tranquilos. O salário é de uns R$ 30 mil, fora carro, casa, motoristas, cartão corporativo. Mas as excelências - ao menos as mais excelentíssimas - têm ainda complementos, como pagamento por participação nos conselhos de estatais. A Itaipu paga R$ 20 mil por mês, com seis reuniões por ano. A ministra do Planejamento, Míriam Belchior, recebe uns R$ 47 mil mensais, entre salário e jetons da Petrobras e da BR Distribuidora. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, tem o salário mais uns R$ 21 mil do BNDES. Jaques Wagner, nomeado para a Defesa, vai ganhar, além do salário, mais R$ 19 mil como governador da Bahia aposentado (a lei foi assinada por ele mesmo), mais R$ 10 mil como deputado federal aposentado (com oito anos de mandato). Dá quase R$ 60 mil por mês.

Deputado é gente boa e defende a fraternidade. Por isso, a bancada federal paulista, com 70 deputados de sabe-se lá quantos partidos, destinou a verba de meio bilhão de reais (sim: R$ 500 milhões) para a compra de uma nova sede para o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo - a propósito, Justiça Eleitoral é coisa tipicamente brasileira, que não existe em outros países. São dois prédios novinhos, mais de 40 mil m², mais de mil vagas na garagem, a R$ 12.400,00 o m².

Os governantes não são egoístas, compartilham. Entre si, mas é um começo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DURISTAS

Os duridanos de Jeri Achados do Comandante Genário.