quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Tem Juiz em Várzea Alegre,não

O correspondente do blog em Moscou está na ponta dos cascos...


Dia 09 de novembro acontece em Moscou no Crocus City Hall Moscow a escolha da miss universo 2013. Ai esta a nossa representante Jakeline Oliveira de Rondonopolis MT. Vou tentar chegar por la pra ver essas beldades. Bom programa Pompeu Macario Batista.

Tocou terror no ralouin da Federal

Resultado do Dia das Bruxas dos Policiais Federais
Mobilização de Policiais Federais alcança todo o país

Neste dia das Bruxas, 31/10, Policiais Federais de todo o país foram às ruas para mostrar à sociedade as péssimas condições de trabalho e o descaso do Governo Dilma com os agentes, escrivães e papiloscopistas. Em um balanço geral, em todos os Estados os policiais promoveram algum tipo de mobilização e protesto. “Esse dia serviu para mostrar que a nossa categoria está unida, e que hoje a Polícia Federal vive uma verdadeira situação de sucateamento oficial”, afirma o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Jones Borges Leal.
Agentes da PF cobram plano de carreira durante manifestação - Jeline Rocha - Divulgação / Agência O Globo
A criatividade foi marca registrada entre os policiais. Além da panfletagem, os policiais federais desenvolveram atividades de cidadania, como doação de sangue e recolhimento de roupas e alimentos para posterior doação às entidades filantrópicas. Os policiais também lavaram calçadas e se fantasiaram de monstros e bruxas. O objetivou foi mostrar, de uma forma bem humorada, que a Polícia Federal infelizmente vive um momento caótico. Veja o balanço completo no Portal Fenapef, clicando AQUI.
Vestidos de monstros e bruxas, policiais federais protestaram em Aeroporto de Confins, nesta quinta-feira (31).
(Foto: Reprodução/TV Globo)
A mobilização teve como principal reivindicação o mesmo tratamento dispensado às demais carreiras públicas, pois há seis anos os agentes, escrivães e papiloscopistas estão com seus subsídios sem a correção inflacionária. Segundo Leal, “qualquer trabalhador no mundo se rebelaria em defesa de sua família ao perceber que nos últimos anos, 35% do seu poder aquisitivo foi corroído pela inflação”.
Policiais federais lavam calçada em protesto contra a corrupção, em Goiânia, Goiás (Foto: Mantovani Fernandes/ O Popular)
Também foram reivindicados pelos policiais a melhoria na gestão dos recursos humanos, a reestruturação do Departamento de Policia Federal e o fim das covardes perseguições e do assédio moral. O presidente da Fenapef destaca que os policiais também protestam pelo aumento do número do efetivo policial, além do estabelecimento da meritocracia no Departamento, que irá promover a valorização da experiência e do conhecimento. “A desmotivação na Policia Federal é grande. O número de policiais subaproveitados, sobrecarregados e cansados de tanta burocracia é elevadíssimo, e muitos abandonam a carreira, pois não vislumbram perspectivas de crescimento profissional. Porém, estamos unidos e pretendemos politizar cada vez mais o movimento para buscar o mesmo tratamento dispensado às demais carreiras públicas e melhores condições de trabalho, que irão refletir diretamente na segurança pública do país”, conclui Leal.

O grande momento das filantrópicas e ver-se livre de Prefeito ladrão

Santas Casas têm apoio do governo federal para quitar dívidas e ampliar atendimento

Medidas anunciadas pelo ministro Alexandre Padilha, nesta quinta-feira (31), permitem a renegociação de dívidas tributárias e bancárias dos hospitais filantrópicos, além de incentivo apara ampliar e melhorar o atendimento no SUS.

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, apresentou nesta quinta-feira (31), em Brasília, um pacote de medidas para fortalecer a atuação dos hospitais filantrópicos e Santas Casas na assistência a pacientes atendidos no Sistema Único de Saúde (SUS). Uma das medidas é a Lei 12.873, sancionada nesta semana, pela Presidência da República, que cria o programa para renegociação de dívidas das Santas Casas junto à União - PROSUS. Além disso, o Ministério da Saúde aumentou o incentivo pago às santas casas e instituições filantrópicas para garantir o atendimento, que irá gerar impacto financeiro de R$ 1,7 bilhão em 2014 (confira o valor destinado aos estados no fim do texto). Essas ações permitem aumentar em 236 mil o número de cirurgias realizadas por estas instituiç&oti lde;es anualmente no SUS.

“Com essas ações, superamos o modelo defasado da tabela SUS e consolidamos o contrato de qualidade entre as entidades filantrópicas, os estados e municípios. As medidas vão permitir o aumento de cirurgias e exames no SUS”, afirmou o ministro. “Isso é um forte estímulo para melhorar o atendimento prestado à população, pois os hospitais deverão priorizar as principais necessidades locais”, completou Alexandre Padilha.

Outra medida anunciada pelo ministro Alexandre Padilha, durante solenidade realizada na sede da Organização Pan-americana de Saúde (OPAS), em Brasília, é o aumento de 80 para 120 meses no prazo para o pagamento de empréstimo obtido junto à Caixa Econômica Federal (CEF) com juros de 1% ao ano. O objetivo é ampliar as opções para sanar dívidas dos hospitais, com mais tempo para a quitação de empréstimos.

Além disso, também foi assinada nesta quinta-feira portaria que estabelece prazo para pagamento dos incentivos financeiros aos estabelecimentos de saúde que prestam serviços de forma complementar ao SUS. Os gestores locais (secretarias de Saúde estadual, municipal e do Distrito Federal) deverão efetuar o pagamento dos incentivos financeiros aos estabelecimentos de saúde, até o 5º dia útil, após o Ministério da Saúde creditar os recursos no Fundo Estadual, Distrito Federal e Municipal de Saúde.  Caso esse prazo não seja cumprido, o Ministério da Saúde suspenderá a transferência do valor.

As medidas foram elogiadas pelo coordenador da Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas de Misericórdia, Hospitais e Entidades Filantrópicas na Área de Saúde, deputado federal Antonio Brito (PTB/BA). “Estas medidas anunciadas pelo governo federal permitem às Santas Casas sair da UTI e voltar a respirar sem aparelhos”, disse. Para o presidente da Confederação das Santas Casas e Entidades Filantrópicas, Saulo Levindo Coelho, essa é uma ação “robusta do Ministério da Saúde”. Ele também elogiou a receptividade da equipe do ministério para discutir soluções para melhorar o financiamento das dívidas das entidades.   

FILANTRÓPICOS - Os hospitais filantrópicos e Santas Casas são responsáveis por 41% das internações realizadas no SUS. Somente em 2012, foram registradas 4,6 milhões de internações. Além disso, essas entidades representam 37% (129.604) do total de leitos ofertados na rede pública de saúde (348.086).

O ministro Alexandre Padilha informou, ainda, que tramita no Congresso Nacional proposta de emenda à Constituição, que prevê que recursos de emendas parlamentares possam ser aplicados também em ações de custeio das unidades, ou seja, na manutenção das atividades de rotina dos hospitais. Atualmente, recursos de emendas são aplicados na compra de equipamentos, em reformas e ampliação de instalações.

PROSUS – Com a sanção da lei 12.873, o governo federal cria o Programa de Fortalecimento das Entidades Privadas Filantrópicas e das Sem Fins Lucrativos (PROSUS) que possibilitará, a partir de janeiro de 2014, o parcelamento da dívida dos serviços com a União. As dívidas tributárias dessas entidades somam, hoje, cerca de R$ 15 bilhões e poderão ser quitadas em até 15 anos. Todos os 5,6 mil estabelecimentos de saúde que prestam serviços ao SUS poderão aderir ao PROSUS, desde que apresentem um plano de estabilidade financeira e aumentem em 5% a oferta de atendimento na rede pública.

Pelo PROSUS, as entidades terão o acompanhamento do Fundo Nacional de Saúde (FNS) para manter em dia o pagamento de débitos correntes, evitando, assim, o aumento da sua dívida e quitando gradativamente o valor total.

INCENTIVO – As Santas Casas e entidades filantrópicas terão mais um reforço financeiro para 2014. O Ministério da Saúde elevou de 25% para 50% o incentivo pago aos atendimentos de média e alta complexidade – como exames e cirurgias mais complexas. Essa medida vai gerar impacto financeiro de R$ 1,7 bilhão em 2014. O incentivo busca ampliar o atendimento garantindo uma melhor remuneração aos serviços.

Em um ano, os incentivos pagos aos principais hospitais filantrópicos para o atendimento de usuários do SUS cresceram 185%, chegando a R$ 968,6 milhões em 2012, contra R$ 340 milhões em 2011. São recursos estão vinculados ao cumprimento de metas de atendimento. Também houve aumento de 50% no valor destinado a obras e compra de equipamentos, que passou de R$ 400 milhões, em 2011, para R$ 600 milhões, em 2012.

CERTIFICAÇÃO – Também neste mês, foi sancionada pela Presidência da República, a Lei nº 12.868 que aperfeiçoa o processo de certificação dos hospitais filantrópicos. O Certificado de Entidades Filantrópicas Beneficente de Assistência Social (CEBAS) é concedido pelo Ministério da Saúde desde 2009 às entidades que comprovam 60% de atendimento ambulatorial ou hospitalar ao SUS. Essa certificação isenta os hospitais de pagarem tributos relativos à seguridade social. A MP 620 prorrogou de três para cinco anos a validade da certificação dessas entidades.

Outra novidade é que para obter a renovação do certificado, o Ministério irá considerar a média de atendimentos realizados nos últimos três anos - e não apenas a produção do último ano como era feito anteriormente. Assim, a unidade poderá renovar o certificado desde que alcance a média de 60% nos atendimentos em três anos e um mínimo de 50% ao ano. Atualmente, cerca de 1.000 hospitais filantrópicos possuem CEBAS emitidos pelo Ministério da Saúde. A MP também permite a entidades que atuam na promoção da saúde e prevenção nas Redes de Atenção à Saúde solicitarem o CEBAS.

Unidade da Federação (UF)
Projeção (valor mínimo) de incentivo para 2014 (em R$)
AC            
1.571.540,57
AL            
15.385.079,86
AM            
745.607,76
AP            
995.404,22
BA            
65.416.104,04
CE            
48.779.250,32
DF            
1.853.009,32
ES            
30.534.938,89
GO            
24.315.088,08
MA            
4.010.802,67
MG            
206.657.030,00
MS            
18.086.749,93
MT            
18.660.423,08
PA            
19.933.746,95
PB            
6.771.840,99
PE            
40.286.036,90
PI            
4.106.793,34
PR            
103.378.357,50
RJ            
58.776.160,12
RN            
12.605.897,01
RO            
1.128.273,82
RS            
211.188.725,20
SC            
89.808.264,56
SE            
9.161.071,28
SP            
396.094.877,90
TO            
1.947.502,40

Opinião

OS BEAGLES E OS LOBO
(HD) - Desde que a vida surgiu, há mais de três bilhões de anos, com as primeiras cadeias de aminoácidos, espécies usam espécies para sobreviver. No início, extraía-se a energia necessária à vida da água, do calor e da luz do sol. Depois - à medida que a evolução avançou - micróbios, peixes, dinossauros, felinos e mamíferos passaram a extrair a energia que necessitavam diretamente de outros seres vivos, vegetais e animais.
Quer se goste ou não, o homem é um fenômeno recentíssimo nessa longa cadeia, e só surgiu e chegou até onde está agora, porque - assim como outros predadores - não se deteve ou ficou constrangido na hora de matar para se alimentar.
Por mais que afete aos que defendem e se preocupam com a natureza, só podemos nos dar ao luxo, hoje, de sermos ecologistas, porque conquistamos e domamos a Terra na disputa com outras espécies, e colocamos os recursos do planeta a serviço da humanidade.
Da mesma forma que um bosquímano caça um lagarto no deserto australiano, para sugar suas proteínas, um engenheiro represa um rio para gerar a energia que vai salvar a vida de um paciente que precisa de um coração artificial, a milhares de quilômetros dali, em uma cirurgia.
Há poucos dias, “ativistas” invadiram um laboratório e “libertaram” – para depois abandonar alguns no meio da rua - dezenas de cães da raça Beagle, que estavam sendo usados em uma pesquisa de cosméticos. E uma aula de medicina da PUC de Campinas foi invadida e interrompida devido ao uso de porcos – anestesiados - em um ensaio de traqueostomia.
Sem a pesquisa com o uso de animais não teríamos a transfusão de sangue, os antibióticos, a diálise, o transplante de órgãos, as cirurgias cardíacas, a quimioterapia e a maioria das grandes descobertas e avanços na área médica dos últimos cem anos
O homem é o lobo do homem. Não nos preocupa o que se faz com os animais – para salvar uma vida - mas o que se faz com outros homens. É preferível que cientistas pratiquem com ratos e coelhos do que – como fazia Mengele - com outros seres humanos.
Enquanto houver uma velhinha morrendo na rua, ou uma criança chorando de dor por falta de remédio, há muito a fazer antes de libertar cachorros.
Colocar um animal, qualquer que seja ele, no mesmo patamar de um ser humano é o primeiro passo para colocá-lo acima de um ser humano.
Estou com aqueles que matariam – sem infringir dor, se possível, e se não houvesse outra saída - o último cachorro para alimentar uma criança com fome. Qualquer que fosse ela, o lugar em que veio ao mundo, seu credo ou a cor de sua pele.
Os nazistas amavam seus cães, e faziam exatamente o contrário. Deixavam que eles atacassem, estraçalhassem e devorassem crianças, de três, quatro anos, que, apavoradas, se desgarravam de seus pais, nos campos de extermínio, nas filas a caminho das câmaras de gás.
O primeiro compromisso de todo ser humano tem que ser com a própria espécie, a humanidade.
Para praticá-lo não é preciso hora, lugar, nem idade. Ele anda meio esquecido. E se chama solidariedade.
Postado por Mauro Santayana às 19:34


Mauro Santayana é jornalista e meu amigo.

Como diria o cronista social:borracha nova no PSF




Cid Gomes entrega 56 veículos para Saúde da Família nos municípios

A entrega será nesta sexta-feira (01), às 9 horas, no Centro de Eventos do Ceará. O investimento foi de R$ 1,7 milhão e beneficiará 34 municípios.

        O governador Cid Gomes e o secretário da Saúde do Estado, Ciro Gomes, realizam nesta sexta-feira (01), às 9 horas, no Centro de Eventos do Ceará, a entrega de 56 veículos para as equipes de saúde da família de 34 municípios cearenses. É a segunda vez em menos de dois anos que o Governo do Estado contempla os municípios com veículos destinados exclusivamente ao Programa Saúde da Família (PSF), para qualificar e facilitar o transporte de equipes de saúde da família da sede para os distritos e assim assegurar atendimento às famílias que moram mais distantes dos serviços de saúde. Participarão da solenidade de entrega prefeitos e secretários municipais de saúde dos municípios beneficiados. Os recursos para aquisição dos 56 veículos são de emendas parlamentares apresentadas pelos deputados federais André Figueiredo, Arnon Bezerra e João Ananias, no volume de R$ 1.697.028,11. As duas entregas totalizam 215 veículos distribuídos para equipes de saúde da família de 149 municípios.

        Em abril do ano passado, o Governador entregou 159 veículos a 143 municípios que em dezembro de 2010 se encontravam com adesão e alimentando o sistema de classificação de qualidade da Avaliação para Melhoria da Qualidade da Estratégia Saúde da Família (AMQ). A aquisição dos veículos foi feita com recursos do Governo do Estado. O investimento somou R$ 5.200.999,71, uma ação estratégica para o Swap II, operação de crédito inovadora desenvolvida junto ao Banco Mundial.

Municípios que receberão os 56 veículos para o PSF

Aquiraz
Acarape
Acaraú
Aracoiaba
Araripe
Baturité
Capistrano
Cascavel
Chaval
Crateús
Crato


Eusébio
FariasBrito
Groaíras
Horizonte
Independência
Ipu
Itaitinga
Itapipoca
Itapiúna
Jaguaribe
Pacoti
Palmácia
Paracuru
Paramoti
Penaforte
Potengi
Quixeramobim
Russas
Santana do Acaraú
Tabuleiro do Norte
Umirim
Uruburetama
Várzea Alegre
 

Tropa ampliada na PM do Ceará



A solenidade será às 9h30min, no Centro de Eventos do Ceará, e terá a presença do governador Cid Gomes.

        O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE), realiza nesta sexta-feira (01), às 9h30min, no Centro de Eventos do Ceará (CEC), a Solenidade de Formatura dos 1.097 candidatos ao cargo de soldado da segunda turma do Curso de Formação Profissional da Polícia Militar do Ceará (CFP/PMCE). A solenidade será presidida pelo Governador do Estado do Ceará, Cid Ferreira Gomes e terá a presença do secretário de Segurança Pública de Defesa Social, Servilho Paiva.

        A se

A solenidade será às 9h30min, no Centro de Eventos do Ceará, e terá a presença do governador Cid Gomes.

        O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE), realiza nesta sexta-feira (01), às 9h30min, no Centro de Eventos do Ceará (CEC), a Solenidade de Formatura dos 1.097 candidatos ao cargo de soldado da segunda turma do Curso de Formação Profissional da Polícia Militar do Ceará (CFP/PMCE). A solenidade será presidida pelo Governador do Estado do Ceará, Cid Ferreira Gomes e terá a presença do secretário de Segurança Pública de Defesa Social, Servilho Paiva.

        A segunda turma do CFP/PMCE iniciou as atividades em abril deste ano. Os candidatos passaram por carga-horária de 1.020 horas-aula, entre disciplinas teóricas e práticas, dentre elas: Sociedade, Ética e Cidadania; Ordem Unida, Tiro Policial, Fundamentos Psicossociais do Fenômeno da Violência, Isolamento e Preservação do Local do Crime e Sinistro, Armas e Munições Letais e Menos Letais e Equipamentos, Defesa Pessoal, Técnica Policial Militar, entre outras.

        Como atividades complementares, os candidatos assistiram a seminários e palestras sobre Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei Maria da Penha, Estatuto do Torcedor, Diversidades Sociais e Culturais, Análise de Ocorrências Operacionais, Estatuto do Idoso e Prevenção ao uso de Drogas: O Papel do Policial Militar. Eles também passaram por estágio supervisionado nas unidades da PMCE. Ainda em fevereiro deste ano, a PMCE já havia recebido o reforço de 920 policiais, também formados pela AESP.
gunda turma do CFP/PMCE iniciou as atividades em abril deste ano. Os candidatos passaram por carga-horária de 1.020 horas-aula, entre disciplinas teóricas e práticas, dentre elas: Sociedade, Ética e Cidadania; Ordem Unida, Tiro Policial, Fundamentos Psicossociais do Fenômeno da Violência, Isolamento e Preservação do Local do Crime e Sinistro, Armas e Munições Letais e Menos Letais e Equipamentos, Defesa Pessoal, Técnica Policial Militar, entre outras.


        Como atividades complementares, os candidatos assistiram a seminários e palestras sobre Estatuto da Criança e do Adolescente, Lei Maria da Penha, Estatuto do Torcedor, Diversidades Sociais e Culturais, Análise de Ocorrências Operacionais, Estatuto do Idoso e Prevenção ao uso de Drogas: O Papel do Policial Militar. Eles também passaram por estágio supervisionado nas unidades da PMCE. Ainda em fevereiro deste ano, a PMCE já havia recebido o reforço de 920 policiais, também formados pela AESP.

Qualidade destacada por Salmito

Salmito destaca gestão em Sobral, premiada por ações inovadoras na saúde “O município de Sobral colhe destaques de ...