segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Secretária da Saúde recebe diretores da casa da Esperança

 A secretária Municipal de Saúde, Socorro Martins, recebeu o psicólogo Alexandre Costa e a médica Fátima Dourado, respectivamente presidente e diretora clínica da Casa da Esperança. Os diretores decidiram arriscar uma audiência com a secretária, mesmo sem agenda prevista, para reivindicar o repasse dos valores referentes aos serviços prestados pela entidade ao Sistema Único de Saúde (SUS). Na manhã do mesmo dia, funcionários, diretores e pais fizeram uma assembleia para discutir as dificuldades geradas pela falta do repasse da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Decidiram que vão manter a Casa aberta e cobrar os pagamentos atrasados.

O último pagamento se deu no final de dezembro, referente aos serviços prestados em setembro. Costa esclarece que os atrasos no repasse dos recursos do Fundo Nacional de Saúde destinados à Casa da Esperança acontecem desde 2009, sempre em torno de dois meses. Mas os espaços de tempo foram se tornando cada vez maiores, até atingir a marca atual de quatro meses. Como consequência, a entidade veio acumulando dívidas com funcionários e fornecedores, ao longo de 2012. A expectativa era receber o mês de outubro até 20 de janeiro, o que não aconteceu. Na sexta-feira, 26, foram esgotadas todas as possibilidades de provimento de vale-transporte e alimentação.

A falta de recursos quebrou a continuidade do atendimento a mais de 400 pacientes com transtorno mental e autismo, através de estimulação neurossensorial. Na assembleia, pais e funcionários decidiram fazer cotas para arrecadar o dinheiro do transporte dos funcionários, até que o impasse seja resolvido. Também vão levar alimentos de casa, para garantir as refeições. Uma nova reunião foi marcada para esta terça-feira, 29.

Promessa - Na audiência, a secretária Socorro Martins reconheceu a importância do trabalho social desenvolvido pela entidade e os prejuízos que a suspensão dos atendimentos causariam. Ela se comprometeu a pagar o mês de outubro com a maior brevidade possível e negociar os atrasados, para manter os pagamentos em dia.

Referência internacional no tratamento e estudo do Autismo, a Casa funciona como Núcleo de Atenção à Saúde, credenciada pelo SUS, para realizar procedimentos de média e alta complexidade, de acordo com a Portaria/GM n. 1.635 de setembro de 2002, do Ministério da Saúde (MS). Os cuidados necessários com os portadores do Autismo obrigam a entidade a manter uma equipe numerosa, formada por profissionais que desenvolvem atividades variadas, como médicos, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, educadores e agentes terapêuticos.

Alexandre Costa confia na boa vontade da nova administração. “Esperamos resolver esse problema, para que possamos continuar com o nosso trabalho, que há 20 anos vem mudando para melhorar as vidas de pessoas com autismo e suas famílias, no Ceará e no Brasil, tendo se tornado um centro internacional de referência no diagnóstico e no tratamento de pessoas com Transtornos do Espectro Autista.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gênio!

As andanças e declarações do ministro Salles na Espanha O Acordo de Paris é para o país levar vantagem O ministro Ricardo Salles deu uma ent...