quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Cid Gomes e Fernando Bezerra visitam obras da Transposição


O governador Cid Gomes (PSB) vai acompanhar o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, em visita, hoje, às obras de Transposição do Rio São Francisco localizadas na Região do Cariri. A visita acontecerá no período da tarde e será possível ver o estágio das obras situadas no Ceará. O Projeto São Francisco é uma obra do Programa de Aceleração do Crescimento que vai levar água para 12 milhões de pessoas em 390 municípios de quatro estados: Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte. Composta por canais, túneis e aquedutos, o empreendimento está orçado em R$ 8,2 bilhões, com previsão de conclusão em 2015.
No Ceará, a Transposição do São Francisco compreende o lote cinco e inclui os municípios de Mauriti, Jati e Brejo Santo, e constitui também a primeira etapa do Cinturão das Águas do Ceará (CAC). O trecho vai permitir a construção de seis novos reservatórios e a ampliação do reservatório Atalho.
Na primeira das seis barragens, parte da água será derivada ao oeste do Ceará, através do Cinturão das Águas, suprindo a necessidade de água de toda a Região Metropolitana do Cariri. Serão 150 km de extensão nessa primeira etapa e terá o canal mais largo de toda a estrutura. Nessa fase, a Transposição levará água de Jati até Juazeiro do Norte e Crato, no Cariri, e receberá investimentos em torno de R$ 1,3 bilhão.

Eixão das Águas
Em outubro, o governador Cid Gomes e o ministro Fernando Bezerra inauguram, em Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza, o Trecho IV do Eixão das Águas. Além do atendimento das demandas hídricas humanas e industriais da RMF, o trecho beneficiará diretamente a população dos municípios de Cascavel, Pacajus, Horizonte, Itaitinga e Pacatuba situados ao longo do trecho, e também permitirá o reforço da alimentação dos projetos de irrigação existentes ou previstos ao longo do traçado do Eixão. Foram investidos no trecho IV, cerca de R$ 195 milhões, onde o Governo Federal participa, através do PAC, com cerca de R$ 148 milhões, e R$ 47 milhões pelo Governo do Estado, na forma de contrapartida. O Trecho IV é composto por cerca de 33,88 km de canais abertos, 2,9 km sifões, 1.075 metros de túneis e um aqueduto de 110 metros que passa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...