quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Buraco no Juazeiro só perde pro tamanho da estátua de Meu Padim

Prefeito Raimundo Macedo afirma que o “rombo” na prefeitura de Juazeiro do Norte passa dos 70 milhões

Roberto Bulhões

Levantamentos iniciais feitos pela atual administração de Juazeiro do Norte aponta um “rombo” inicial de nada menos que 71,4 milhões de reais nos cofres do município. A informação foi do prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo,(Raimundão), em entrevista coletiva a imprensa na manhã de hoje. No balancete das finanças deixado pelo ex-prefeito Manoel Santana, os valores inicias apontam nada menos que uma dívida de R$ 71.496.228,46. Segundo Raimundo Macedo, caso ele consiga parcelar todos os débitos, comprometera quase 15% do orçamento do município.
De acordo com o balancete que recebeu, a gestão do petista Manoel Santana, consta apenhas  R$ 6 milhões em caixa e um volume de restos a pagar na razão de R$ 26.145.368,22 além de consignados no valor de R$ 1.107.368,31 mil e dividas outras com INSS, PASEP (R$ 11 milhões), Receita Federal, Previjuno (R$ 3,5 milhões) e outros totalizando R$ 50.253.991,93 milhões. “Além das dívidas, o sucateamento dos veículos, o desmonte em todas as secretarias, o sumiço dos arquivos e a depredação em alguns prédios, são fatos lamentáveis”, afirmou Raimundão.
No decorrer da entrevista, o prefeito Raimundo Macedo disse ter deixado no final de sua primeira administração  uma folha de pagamento da ordem de R$ 5,5 milhões e, hoje, segundo ele, são cerca de R$ 12 milhões ou 64% da receita do município. Raimundão disse que “esses valor vem superando os 54% de patamar determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal”. Para Raimundão, a “herança” deixada pela administração desastrosa do Partido dos Trabalhadores está ai comprovada no desmonte público nunca visto na terra do Padre Cícero. Ele adiantou que cada secretário vai comparecer aos órgãos de imprensa a fim de particularizar a situação em que encontrou sua pasta.
Respondendo uma a uma a perguntas dos radialistas e jornalista, Raimundão assegurou que não quer ficar apenas levantando problemas deixados pelo seu antecessor. “A minha determinação é buscar soluções para não ficar somente lamentando o descompasso administrativo anterior”, afirmou o prefeito, ressaltando que “nesses 30 dias a frente do município estamos começando a colocar as coisas em ordem para atender as necessidades imediatas de toda população juazeirense”. Definiu a entrevista coletiva à imprensa como uma satisfação obrigatória à sociedade entendendo ser necessário que todos tenham conhecimento da realidade como recebeu o município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...