segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Obama foi ao meio fio: O Congresso está com a bola da economia americana


Num discurso rápido, direto, seco, o Presidente Barack Obama acaba de dizer ao mundo que se fosse por ele, o pepino pendurado na cerca dos Estados Unidos já teria sido resolvido. A questão, porém, está nas maos do congresso americano. Republicanos e democratas estão reunidos a pouco mais de 12 horas, sem parar, buscando soluções para que se evite o abismo fiscal. Obama defende com unhas e dentes o SUS, lá dele, planos de saúde para americanos que não têm como pagar pela cara saúde dos EEUU. Ao mesmo tempo adverte: se o Congresso não aprovar as propostas até o fim do dia de hoje, amanhã os americanos, todos, compulsoriamente terão cortes no orçamento, desemprego e aumento de impostos em todos os níveis, principalmente na classe média. Aprovadas, algumas das medidas cobrarão mais impostos dos mais ricos, os cortes orçamentários serão menores e a classe média não será afetada, disse. Obama falou para uma platéia de americanos do povo e jornalistas. Sem direito a ninguem fazer perguntas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quem sofre é o povaréu

Aeroporto: esperas de mais de uma hora para entrar em Lisboa subiram 500% A ANA, empresa que gere os aeroportos instalou uma máquina de...