segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Deu no Estadão

Governo gasta 18% do previsto no ano e transposição avança pouco

Eduardo Bresciani, Estadão
O ritmo lento das obras da transposição do Rio São Francisco reflete as dificuldades que o governo vem enfrentando para levar adiante os investimentos na área de infraestrutura no País. Até 20 de dezembro, só 18% do Orçamento disponibilizado para 2012 havia sido desembolsado pelo Ministério da Integração Nacional.
A execução se restringiu, basicamente, a restos a pagar dos anos anteriores. Com isso, o cronograma da megaobra de Dilma começou a ser afetado.
Uma nova licitação foi lançada no final do ano e pode levar para 2014 a inauguração do trecho piloto da obra, antes previsto para entrar em funcionamento ainda neste dezembro. O governo, apesar disso, mantém para 2015 a previsão de conclusão total da obra - que é a maior do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Nordeste.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Como se tivesse água sobrando

Duplicação de adutora irá reforçar abastecimento de água na Capital Cagece iniciou obra de duplicação da adutora que irá ...