sexta-feira, 30 de novembro de 2012

A ação cautelar que pede o afastamento de Sávio Pontes


Veja a Ação Cautelar completa:


















O caldeirão ferve em Ipu - Sávio Pontes pode sair já já da Prefeitura

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO CEARÁ PEDE O IMEDIATO AFASTAMENTO DO PREFEITO SÁVIO PEREIRA PONTES, COMO TAMBÉM O BLOQUEIO DAS CONTAS DO MUNICÍPIO DE IPU



O Ministério Público do Estado do Ceará, através da Promotora de Justiça Dra. Luciana Costa Girão Pierre pediu o IMEDIATO AFASTAMENTO do prefeito Henrique Sávio Pereira Pontes, como também o bloqueio das contas do Município de Ipu, junto aos Bancos do Brasil S.A e  Caixa Econômica Federal.

Ferreira Aragão denuncia descaso na morte da menina Isabela em Sobral

 Sob aplauso das galerias ocupadas por servidores da saúde, o deputado Ferreira Aragão (PDT) fez um pronunciamento enérgico sobre a morte da menina Isabela na cidade de Sobral. Após submeter-se a um procedimento cirúrgico no hospital da Unimed, dia 26 de novembro, a garota necessitou do atendimento na UTI pediátrica da Santa Casa de Misericórdia, mas as dez unidades pediátricas e neonatais não estavam funcionando.
 
Em seu pronunciamento, Ferreira Aragão disse que as UTI´s foram instaladas com recursos do Governo Federal. No entanto, outros recursos não vieram para que as mesmas funcionassem. “O caso só veio a público porque a Isabela é filha do casal Daniel e Milena Gomes, pessoas bastante conceituadas em Sobral. Agora eu pergunto, quantas crianças pobres estiveram na mesma situação e o caso não foi divulgado na imprensa? Vou fazer um levantamento”.
 
O parlamentar pedetista cobrou a manifestação de outros deputados que foram votados em Sobral sobre o caso que abalou os sobralenses,  dentre eles:  Miriam Sobreira, Professor Teodoro, Raquel Marques e o suplente Dr. Guimarães. “Tem gente que só quer o voto do eleitor e depois some. Quero ver é quem fica à disposição do povo  no inverno, no verão, na  chuva ou no sol”, colocou. Ferreira Aragão recebeu apoio, em sua fala,  dos deputados Antônio Carlos, Wellington Landim e Lula Morais que se expressaram sobre o valioso tema.

Assalto a mão armada

Um pai está pegando seu filho agora, neste instante em frente ao Colégio Canarinho. Um homem, de capacete, numa mota, está rendendo o homem e arrancando sua carteira do bolso. As crianças e outros pais assistindo à deploravel cena. Esta merda não pode dar certo mesmo. Cadê a segurança deste país? Desta cidade? Deste estado? O Colégio Canarinho fica na Barão de Aracati.

Rola na rede

Paradoxos difíceis de entender.

Os muçulmanos não estão felizes...

· Eles não estão felizes em Gaza. N
ão estão felizes na Cisjordânia. Não estão felizes no Egito. Nem na Líbia, nem na Argélia, nem na Tunísia, nem no Marrocos, nem no Iêmen,
nem no Iraque, nem 
no Afeganistão, nem na Síria, nem no Líbano, nem no Sudão, nem na Jordânia, e muito menos no Irã...

Então, onde os muçulmanos estão felizes?

Eles estão felizes na Inglaterra, estão felizes na França, na Itália, na Alemanha, na Suécia, na Holanda, na Dinamarca, na Bélgica, na Noruega, nos Estados Unidos, no Canadá, na Romênia, na Hungria, na Austrália, e também estão felizes na Nova Zelândia.

Aliás, eles estão felizes em qualquer outro país do mundo que não esteja sob um governo muçulmano.

E quem eles culpam por sua infelicidade?

Não ao Islame. Não à sua liderança e nem a si mesmos.

Eles culpam os países onde estão vivendo livremente e bem.
Isso é tão verdadeiro .... A democracia é realmente boa para eles:
uma democracia na qual eles podem viver confortavelmente, aproveitar a alta
qualidade de vida que eles não construíram e nem trabalharam para ter...   Podem
manter seus costumes, desobedecer leis, explorar serviços sociais, fazer paródias de nossa política e de nossos tribunais. Geralmente, mordem a mão que os alimenta.

A questão é contraditória, paradoxal. Eles tentam trazer seu sistema de vida
falido para transformar os países que os acolheram em lugares iguais aos que
abandonaram em busca de uma vida melhor...  Dá para entender?

O Ceará, a imprensa e as tres polícias

#Roberto Bulhões

Com exceção do Ceará, os demais estados que formam a República Federativa do Brasil possuem apenas duas policias. A Polícia Militar e a Polícia Civil. No Ceará, por determinação do governador Cid Gomes, surgiu mais uma, denominada de Polícia do Ronda, ou a Polícia do Governador. Dai surgiu também a inversão de valores. Um major manda no coronel, um tenente chega a mandar num capitão e por ai vai. Apesar de todas as justificativas, a imprensa cearense não tem engolido muito o jogo de empurra-empurra, quando se trata de Polícia Militar.
Pelo que se sabe, na hierarquia da segurança pública tem um Secretário de Segurança, atualmente um coronel da Polícia Militar, um Delegado Geral que comanda a Polícia Civil e um coronel Comandante Geral da Policia Militar.  Pelo que se tem divulgado, o comando da Policia do Ronda parece não receber ordens nem do secretário, nem do comandante geral da PM. Afinal, o Ronda é formada por policiais militares, civis é um bando ou uma corporação autônoma formada independente sem seguir o que diz o regulamento da PM?. são militares ou não? Ao que parece, um dos preceitos do Padre Cícero que dizia: “um dia a roda grande vai circular dentro da pequena”, está ocorrendo no Ceará.
Pelo visto, na segurança publica do estado do Ceará existe a grande vaidade pelo poder de mando. Já dizia o ex-comandante da PM cearense, coronel Cintra que chegou a colocar numa cartilha feita durante seu comando. Cintra fazia questão de dizer que “quando um comando é fraco, os subalternos são covardes”. Será que o coronel Cintra tinha razão ao criar uma frase tão forte dentro da Polícia Militar do Ceará? O que vemos hoje é um desfile de vaidades de alguns oficiais superiores, que, a todo custo tenta culpar a imprensa pela onde crescente de violência na capital e no interior cearense.
No recente episodio de tentar boicotar as informações a imprensa, proibindo o envio dos boletins de ocorrência aos profissionais de rádio, jornal e TV, parece que o “tiro saiu pela culatra”. Uma fonte de dentro da segurança publica assegurou que o objetivo do boicote era tentar diminuir a divulgação das ocorrências policiais, devido a aproximação da Copa de Mundo. Apesar da negativa da cúpula da segurança, tudo leva a crer que eles queriam mesmo “tapar o sol com uma peneira”. O boicote teve inicio na capital e em dois dias chegou ao Cariri. Em Fortaleza o radialista Paulo Oliveira a maior audiência do radio alencarino, abriu o bocão e, no dia seguinte tudo voltou a ser como antes. “Foi um mal entendido”, disseram
No Cariri o boicote teve início no dia 23 deste mês e na data de hoje, sete dias depois, voltou à normalidade. Na manhã de ontem o comandante do 2º Batalhão da PM no Cariri, coronel Arlindo, reuniu alguns profissionais de imprensa para tentar se justificar. Tirando sua responsabilidade da reta, assegurou que a determinação partiu do CIOPS, em Fortaleza “mas houve um mal entendido”. A imprensa faz sua parte ao divulgar as ocorrências, como também as ações policiais no combate ao crime. Será que estão querendo seguir a ideia do ex-ministro Rubens Ricupero que dizia “o que é bom a gente divulga e o que é ruim a gente esconde? Na época foi um escândalo nacional.
#Roberto Bulhões é jornalistas e do pessoal do blog no Cariri

Um lugar pra amansar Ciro Gomes


O PMDB e PSB estão em intensas conversações sobre as pastas de Educação e Ciência e Tecnologia. Com a redução da probabilidade de Gabriel Chalita assumir o MCT, o nome do ex-ministro Ciro Gomes voltou ao balcão de apostas. O vice-presidente Michel Temer, segundo interlocutores peemedebistas, se sentiria prestigiado se Chalita fosse para o MEC. Para o PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, a reconquista do MTC resolveria uma inadiável questão interna: acomodaria Ciro, que não quer mais voltar ao Congresso. Na dança de cadeiras na Esplanada, o ministro da Educação, Aloizio
Mercadante, é cotado para ocupar um posto no Palácio do Planalto, provavelmente na Secretaria de Relações Institucionais (SRI), no lugar de Ideli Salvatti, que voltaria a Santa Catarina para reorganizar suas bases.


Do poder on line

TJ nega habeas corpus para advogados


TJ nega habeas corpus a advogados alvo da “Operação Trairi Limpo IV”


Na noite dessa quinta-feira (29), o Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJ/CE) negou o pedido de habeas corpus em favor dos advogados José Eloisio Maramaldo Gouveia Filho e Caroline Gondim Lima. Eles são dois dos alvos da “Operação Trairi Limpo IV”, desencadeada pelo Ministério Público do Estado do Ceará e pela Polícia Civil na última quarta-feira (28). Na ocasião, José Eloisio Maramaldo Gouveia Filho foi preso em Fortaleza e a advogada continua foragida.

A decisão é do desembargador João Byron de Figueiredo Frota. De acordo com o relatório dele, a prisão dos advogados é correta e necessária, uma vez que há nos autos provas incontestáveis sobre a ação criminosa, incluindo depoimentos das vítimas.

Vale lembrar que eles são acusados de integrarem uma quadrilha jurídica juntamente com os advogados Guilherme de Araripe Nogueira e Manoel Carneiro Filho. Segundo as investigações, entre os anos de 2009 e 2012, o grupo cometeu 21 crimes de apropriação indébita, o que resultou na retenção indevida de R$ 631.321,31. Foi constatado que os réus se apropriavam dos valores pertencentes às partes em até 90% das indenizações concedidas pelo Poder Judiciário. Além disso, comprovou-se que os acusados orientavam as partes a não revelarem o recebimento das indenizações, como forma de ocultar os crimes.  

          Guilherme de Araripe Nogueira e Manoel Carneiro Filho também foram presos durante a operação, na última quarta. Com a decisão, a advogada Caroline Gondim Lima, que no dia das prisões estava em Brasília, continua sendo oficialmente procurada pela Justiça, o que pode resultar em sua prisão a qualquer momento.

Solidariedade

Caravana da Estrada de Canindé leva doações e esperança no Natal

Um natal de solidariedade! É assim que um grupo de voluntários decidiu passar a data que celebra o nascimento de Cristo e que traduz o sentimento de compartilhar dádivas. Em sua 13ª edição, a Caravana da Estrada de Canindé reacende a esperança de centenas de pessoas que se aglomeram na estrada, com a expectativa de receber algo, nem que seja apenas uma palavra de afeto.

“É uma experiência muito forte. Essas pessoas vivem em um nível de miséria pior do que estamos acostumados a ver no dia a dia. Por isso escolhemos passar o Natal na caravana, pois enquanto o mundo está feliz com a data, trocando presentes, organizando festas etc., essas pessoas vão para a estrada que leva a Canindé, aguardando o que podemos levar até elas”, reflete Emi Teixeira, voluntária da Casa da Caridade Dr. Adolph Fritz, instituição espírita que organiza a Caravana.

Durante o ano, os voluntários da Casa da Caridade arrecadam doações (alimentos não perecíveis, roupas, brinquedos), convidam mais pessoas para integrar a Caravana ou para ajudar na organização das cestas e seguem no dia 24 de dezembro para Canindé. A ação já se tornou conhecida. “Muitas pessoas já nos conhecem e ficam nos aguardando na estrada”, afirma Rafael Farias, também voluntário da Caravana da Estrada de Canindé.

A iniciativa não se resume apenas na entrega das doações. Os voluntários – quase 50 membros – descem dos carros para conversar e humanizar o natal daqueles que esperam um gesto de afeto. “A gente faz esse trabalho de forma humanizado. Até porque não teria sentido distribuir os donativos e não parar para falar com essas pessoas. Esse projeto nos permite extrapolar os limites do muro da Casa da Caridade. A gente tem que ir até eles para ajudar. O natal costuma ser um período de fartura, o que contrasta com a realidade dessas pessoas. Então, este é o momento para a gente se aproximar delas e levar um pouco do espírito natalino”, explica Emi.

De acordo com os voluntários, a reação dos beneficiados é gratificante. O gesto é simples, mas o resultado reflete o poder que uma ação solidária tem. “É uma explosão de felicidade. É mágico o momento que elas recebem as doações. As crianças, por exemplo, acham que estão recebendo presentes das mãos do Papai Noel”, conta Emi.

Como ajudar
Os interessados em ajudar a Caravana da Estrada de Canindé podem levar suas doações (alimentos não perecíveis, roupas, brinquedos) para a Casa da Caridade Dr. Adolph Fritz - Rua Irmão Olímpio, nº 60 - Pq. Sta. Filomena (Grande Jangurussu).

Aos que desejam participar da Caravana é importante procurar o Rafael Farias (8842-5228 / 9667-2607) ou a Emi Teixeira ( 9687-8709), pois existem algumas normas de segurança na estrada que devem ser adotadas pelo grupo que integra o projeto.

Em Brasilia no PSB

O Prefeito eleito de Fortaleza, Roberto Claudio, está agora mesmo a caminho de São Paulo para o encontro da FIFA sobre a Copa das Confederações. Roberto Claudio, na foto está à mesa com o PSB que faz um grande seminário da capial reunindo os prefeitos eleitos pelo partido em outubro passado.

Bilhete do Ibiapina

Macário, essa é a pior fase por que passa um prefeito eleito.
Todo mundo ajudou, todos querem um cargo, uma assessoria, uma vaga, uma colocação, como se diz no Ceará. Falam em reforma administrativa, extinção de cargos, criação de outros. O prefeito fica até sem espaço para trabalhar.
Os pretendentes se insinuam, jogam verde, plantam notícias, a imprensa especula. Faz lembrar um político mineiro que foi ao gabinete de transição que o então presidente eleito Tancredo Neves havia montado na Fundação Getúlio Vargas, aqui em Brasília:
-dr. Tancredo, tô que não aguento mais essa pressão dos jornalistas. Querem saber se vou mesmo ser ministro no seu governo. O que devo dizer pra essa raça de jornalistas,?
-Diga que foi convidado e que não aceitou.

O buraco é grande


Rose do Lula: "baixaréu" e baixaria.

 
Rosemary Noronha, ex-assessora da Presidência, conseguiu um diploma falso de bacharel em administração para seu ex-marido, diz relatório da PF obtido pela Folha. O certificado era necessário para que seu ex, José Cláudio Noronha, ingressasse no conselho de administração da Brasilprev, seguradora controlada pelo Banco do Brasil. A empresa não informou quanto ele recebia de jeton por participar de reuniões. Conselheiros do BB recebem R$ 19,7 mil para ir a uma reunião, semestral ou anual. 
 
O diploma foi obtido por Paulo Vieira, ex-diretor da Agência Nacional de Águas, preso sob acusação de liderar um grupo que fazia tráfico de influência no governo. O certificado foi emitido em 2009 pelo Centro de Ensino Superior de Dracena, no interior paulista. O diploma foi registrado na Universidade Federal de São Carlos, conforme exige o Ministério da Educação para certificados de faculdades particulares. 
 
Em 2009 aparecem os primeiros e-mails entre Rose e Vieira sobre o certificado. No dia 1º de abril, ela cobra "o diploma de JCN", iniciais do ex. Resposta: "A questão de JCN encontra-se em fase de registro no órgão do MEC [...]". Ele promete solução para maio. Em 4 de maio, Rose pergunta qual será a formação do ex. "Baixaréu em administração", responde Vieira (o termo em português é bacharel). Só em novembro o diploma é enviado ao ex-marido, segundo e-mail interceptado. Rose agradece: "Finalmente! Obrigadaaaaaaaaaaaaaaa".
Fonte: Folha de São Paulo

Sinduscon afaga Adahil, O Cara do bem

Hoje às 9 horas da noite, no La Maison Coliseu, em Fortaleza, estará reunida a comunidade da construção civil cearense.
Mais uma vez, o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon) promoverá sua festa anual de confraternização.
O homenageado da noite será o engenheiro Adahil Fontenele, secretário de Infraestrutura do Estado.
Nada melhor do que trabalahr direito. Dá nisso; homenagem e reconhecimento.

Lí por aí...

Sujeira nos viadutos do Dnit

Turistas – jornalistas no meio – que visitam Fortaleza declaram-se envergonhados com a sujeira nas alças dos viadutos existentes ao longo da  rodovia BR-116, na capital cearense.
E dizem: “A culpa é do Departamento Nacional de Incompetência em Transporte (Dnit)”.

Penso eu - Ora, ora , ora!!! O Dnit não arruma nem o piso das estradas quanto mais varrer a rua!!

Humor - O Henrique Jorge é no Brasil

Rosemary Noronha leiloa honestidade na internet

The i-piauí Herald
Acusada de cobrar royalties de empresas que faziam negócios com o governo federal, Rosemary Noronha resolveu leiloar sua honestidade na internet. "Aos desconfiados, tenho exames que comprovam que minha honestidade está intacta. Nunca foi usada", explicou a ex-secretária do escritório da Presidência em São Paulo.
O gesto ganhou adesão de membros do PT. José Dirceu anunciou que leiloará sua maldade e Marta Suplicy iniciou um pregão online de sua soberba. Antonio Palocci convocou empresários para comunicar que abrirá uma empresa de consultoria em leilões eletrônicos. Eduardo Suplicy reuniu populares para explicar seu projeto do Lance Mínimo.
No final da tarde, Rosemary havia recebido 666 propostas. A Polícia Federal iniciou a operação "Quem dá mais" para apurar denúncias de desvio de lances.


Até o fim deste fechamento, o leilão era liderado por um publicitário de Minas Gerais que não quis ser identificado

Animada com a mobilização do partido, a presidenta Dilma Rousseff convocou a imprensa para anunciar que leiloará o Ministério da Pesca. Minutos depois, a Bolsa caiu.
“É a pá de cal no processo de privatizações”, lamentou Fernando Henrique Cardoso, que decidiu adiar o IPO de sua vaidade.

Tem um aspirador no teu salário

Peso dos impostos sobre a economia bate recorde e atinge 35,3% do PIB

Stênio Ribeiro e Wellton Máximo, Agência Brasil
Mais de um terço de tudo o que o Brasil produziu em 2011 foi para os cofres públicos. Segundo números divulgados pela Receita Federal, a carga tributária no ano passado correspondeu a 35,31% do Produto Interno Bruto (PIB), crescimento de 1,78 ponto percentual em relação a 2010, quando a carga havia atingido 33,53%, o maior percentual já registrado. Até agora, a maior carga tributária havia sido registrada em 2008, quando o percentual alcançou 34,54%.
O número corresponde à arrecadação da União, dos estados e municípios, dividida pelo PIB, que é a soma de tudo que é produzido no país. De acordo com a Receita Federal, o crescimento da carga tributária resultou da combinação do crescimento de 2,7% do PIB no ano passado e da expansão real (descontada a inflação) de 8,15% da arrecadação tributária nos três níveis de governo.

Acrisio comanda debate na Câmara sobre PNE


O Projeto de Lei Complementar 103/2012, que institui o Plano Nacional de Educação (PNE) para o decênio 2011-2020, será debatido pela Câmara Municipal de Fortaleza nesta sexta-feira, às 9 horas. O presidente da Casa, Acrísio Sena (PT), autor da iniciativa, anuncia a participação do senador José Pimentel (PT), relator da matéria na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Um vaticínio bem humorado

“O PT nasceu como um partido de presos políticos. Vai virar um partido de políticos presos.”

De Joelmir Beting, a caminho do céu. 

O perigo da vaidade extrema

Palanque

O PSB reúne os 443 prefeitos eleitos nesta sexta e sábado em Brasília. O presidente Eduardo Campos mais uma vez será a estrela do evento.

Conversa com cara de aumento de gasolina


Foster: Não há previsão para reajuste
de combustíveis e Petrobras vai bem

Foto
PRESIDENTA DA PETROBRAS, GRAÇA FOSTER
A Petrobras deve importar entre 80 e 90 mil barris de petróleo por dia já no próximo ano, dobrando o número de 2011, quando a petrolífera importou uma média de 45 mil barris por dia. A informação foi dada pela presidenta da empresa, Maria das Graças Silva Foster nesta quinta-feira (29). Em dezembro, segundo a executiva da petrolífera brasileira, a importação de barris de petróleo deve chegar a 80 mil por dia. Em janeiro, o número deve aumentar ainda mais por se tratar de um mês de férias. Sobre o aumento do preço dos combustíveis, Foster nega que haja uma data para reajuste. "A tendência até o fim do ano é que as importações fiquem no mínimo como estão. Cair não vão. Por enquanto não há previsão para reajuste dos combustíveis”, afirmou.

Um dia essa Justiça poderá chegar ao Ipu

Efeito mensalão: Justiça condena a 12 anos de prisão prefeitos alagoanos acusados de fraudes

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região, sediado em Recife, impôs a quatro prefeitos acusados de corrupção nos fundões de Alagoas uma sentença ‘padrão STF’. Condenou-os a 12 anos e seis meses de prisão, em regime fechado. O caso envolve desvios de verbas públicas destinadas à compra de merenda escolar.
Foram condenados os prefeitos de Porto Calvo, Carlos Eurico Leão e Lima (PMDB); de Feira Grande, Fábio Apóstolo de Lira (PTB); de Canapi, José Hermes de Lima (PTB); e de Ireja Nova, Neiwton Silva (PSB). O TRF enquadrou-os em três crimes: formação de quadrilha, corrupção passiva e peculato.
Os malfeitos foram apurados numa operação que ficou conhecida como ‘Guabiru’. Desbaratou-se uma quadrilha que atuou entre 2001 e 2005. Desviava verbas federais do Ministério da Educação destinadas à compra de merenda para os alunos das escolas públicas municipais.
O Ministério Público Federal denunciou 54 pessoas. O processo foi, porém, desmembrado. Por quê? A exemplo do que ocorre com os deputados do mensalão, os prefeitos dispõe de prerrogativa de foro. Os parlamentares, são processados e julgados no STF. Os governadores, no STJ. Os prefeitos, nos TRFs.
No caso dos encrencados alagoanos, coube ao TRF 5ª Região, que engloba os Estados nordestinos, expedir as sentenças. O tribunal rejeitou a denúncia em relação a um deputado estadual, que também dispõe de foro privilegiado. Os outros 49 réus estão sendo julgados na primeira instância da Justiça Federal, em Alagoas.
Tomada pelo tamanho do castigo imposto aos prefeitos que morderam a merenda das crianças, pode-se dizer que o julgamento do mensalão começa a fixar novos padrões para o Judiciário. Pode demorar. Mas, mantido o diapasão, o Brasil pode ser condenado a virar um país sério.

Reportagem especial


E-mails revelam influência de Rose sobre Lula


A prudência preenche um formulário, marca hora e toma chá de cadeira na antessala. A intimidade sobe pelo elevador privativo, entra sem bater e sussurra no ouvidinho. Muito chegada a Lula, Rosemary Noronha, a Rose, esqueceu de maneirar. Acabou virando estrela da Operação Porto Seguro. E arrastou para dentro do inquérito duas consoantes que deveriam ser imaculadas: ‘PR’.
PR era como Rose se referia ao presidente da República nos e-mails que trocava com os irmãos Paulo e Rubens Vieira, dois expoentes do grupo que traficava interesses privados na administração pública. Colecionadas pela Polícia Federal no curso da investigação, as mensagens eletrônicas revelam como a chefe de gabinete do escritório da Presidência em São Paulo usava a influência que exercia sobre Lula para cavar nomeações para cargos graúdos.
“Cara Rose, eu preencho todos os requisitos para o cargo”, escreveu Rubens Vieira em e-mail de 20 de janeiro de 2009. “Sou o corregedor-geral da agência desde agosto de 2006 […]. Fui professor na Universidade Federal de Rondônia. Publiquei diversos artigos em jornais de grande circulação.”
Rose respondeu: “Oi, Rubens. Vou tentar falar com o PR na próxima terça-feira na sua vinda a São Paulo. Me envie seu currículo atualizado e os artigos que o Paulo falou. Se você estiver aqui em São Paulo, posso te colocar no evento na terça-feira à tarde. Pelo menos você cumprimenta só para ele lembrar de você. Aí, eu ataco! Beijocas.”
Rubens forneceu prontamente a matéria prima para o ataque: “Rose, seguem meus artigos publicados e meu currículo. Acredito que outro argumento que podemos levar ao presidente é que, como o corregedor tem como função fiscalizar a atividade institucional da agência, ele tem uma ampla visão do seu funcionamento.”
Atacado, Lula enviou ao Senado a indicação de Rubens para a diretoria de Infraestrutura da Agência Nacional de Aviação Civil, a Anac. Os senadores engoliram o nome. E a nomeação de Rubens foi ao Diário Oficial em julho de 2010. Noves fora as portas abertas pelo cargo, o amigo da amissíssima passou a receber do contribuinte brasileiro contracheques mensais de R$ 23.757,36.
Simultaneamente, Rubens correspondia-se virtualmente com o irmão Paulo Vieira, hoje apontado pela PF como “chefe” da máfia de pareceres. Num e-mail de 21 de janeiro de 2009, um polivalente Paulo revelou a Rubens seu interesse por uma cadeira no Ministério do Turismo. Expôs suas razões. Mas pediu ao interlocutor que não perdesse a Anac de vista.
“Lembre-se que o Turismo pode ser um lugar muito bom para os nossos planos de poder na Bahia e em São Paulo, no tocante à liberação de recursos. Mas a prioridade no momento é a diretoria da Anac”, anotou Paulo. Pouco tempo depois, em 6 de abril de 2009, ele acionaria Rose para obter uma diretoria na Agência Nacional de Águas, a ANA.
“Prezada Rose, estou enviando o meu currículo com as informações que eu considerei mais pertinente ao cargo da ANA, apesar de sabermos que o currículo não é fator primordial. Eu penso que o líder do PT também talvez possa ajudar”, escreveu Paulo. Ele parecia saber com quem estava falando. Tinha ciência de que o “primordial” era o prestígio da interlocutora junto a Lula e o petismo, não seu currículo.
Decorrida uma semana, Rose respondeu a Paulo: “Ok, já estou agendando a conversa com o JD. A agenda com o deputado Vacarezza vai ficar para o dia 24. Te aviso a hora.” Antes de virar assessora de Lula, Rose assessorara José Dirceu no PT por arrastados 12 anos. A PF não identificou o ‘JD’ da mensagem. Mas a lógica indica que não são negligenciáveis as chances de que fosse o companheiro Dirceu. Quanto a Cândido Vaccarezza, à época líder de Lula na Câmara, ele informa que jamais reuniu-se com Paulo Vieira.
Seja como for, Lula submeteu o nome de Paulo ao Senado. A aprovação foi mais custosa que a de Rubens. Foram necessárias três votações, muita pressão do Planalto e uma manobra. Transpostos os acidentes de percurso, a nomeação de Paulo foi impressa no Diário Oficial um ano e um mês depois das tratativas eletrônicas com Rose. E você, caro contribuinte, passou a pagar mensalmente ao amigo da super-amiga R$ 23.890,85 por mês.
Consumadas as nomeações, Rose tornou-se credora dos irmãos Paulo e Rubens. Segundo a PF, ela obteve verbas e favores da agora conhecida quadrilha. De quebra, não descuidou da família. Pediu a Paulo que providenciasse para que sua filha, Mirelle, fosse acomodada no gabinete de Rubens, na Anac.
Em 8 de novembro de 2010, quando acompanhava Lula numa viagem a Maputo (Moçambique) –ela viajava com o chefe ao exterior amiúde —Rose enviou para a caixa de mensagens de Paulo o seguinte texto: “Bom dia, Paulo. A Mirelle já enviou os documentos? Peço a gentileza de só nomeá-la depois que eu confirmar com o PR. Estou em Maputo. Embarco pra Seul na quarta-feira com ele. Aí, após conversar, te aviso. Obrigada. Abraços, Rosemary.”
E Paulo: “Prezada Rose, saudações. A Mirelle me entregou o currículo no domingo. Quando fui verificar, estava sem assinatura. Vou ligar pra ela e ver como podemos pegar a assinatura, pois vou a São Paulo nesta terça-feira. Abraço.”
A assinatura de Mirelle foi providenciada. O ‘de acordo’ do PR também. Tudo ajeitado, Mirelle tornou-se feliz beneficiária de um salário mensal de R$ 8.625,61. Virou, em 1º de dezembro de 2010, assessor da diretoria da Anac. Perdeu a boquinha na semana passada, quando a mãe foi pendurada nas manchetes de ponta-cabeça. Procurado, Lula mandou a assessoria dizer que prefere não comentar. Pena. A plateia ficaria feliz em conhecer as razões que o levaram a enfiar dentro das agências reguladoras dois personagens que a PF enviou à cadeia.

Unicef: Cid Gomes assina pacto nacional para criança e adolescente do Semiárido




A assinatura aconteceu nesta quinta-feira (29), em Brasília, durante  resultado do Selo Unicef Município Aprovado Edição 2009-2012.

        O governador Cid Gomes assinou nesta quinta-feira (29), em Brasília, o Pacto Nacional Um mundo para a criança e o adolescente do semiárido. O compromisso busca somar forças entre governo federal, governos estaduais, organizações da sociedade civil, organismos internacionais e empresas privadas para o alcance dos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio no Semiárido e na Amazônia. A assinatura aconteceu durante cerimônia de anúncio dos municípios certificados com o Selo Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) Município Aprovado Edição 2009-2012. O Selo é uma iniciativa do Unicef, em parceria com a Petrobras e a Rede Energia. O Ceará alcançou o maior número de municípios certificados, com 65 no total.

        "Muitas vezes o que falta aos administradores é uma orientação, um rumo, um norte e a despeito de toda boa vontade que se possa ter, muitas vezes não se consegue atingir os objetivos e o Unicef, em muito boa hora, sugeriu esse programa que foi responsável por uma evolução extraordinária nos indicadores sociais de cuidados com a criança e o adolescente no Ceará.  O que posso dizer é da alegria e da honra enquanto governador que imaginou esse programa e falar a todos que de outros estados integram esse programa. Quero dizer que o caminho é esse. Só seremos o país do futuro se investirmos hoje, no presente, nessas ações que efetivamente vão contribuir pra que nossas crianças e nossos adolescentes possam ter direitos básicos, direito à vida, direito à oportunidades iguais que só se darão através de ensino público de boa qualidade, acessível a todos e  tenham um caminho da construção de um país mais digno, com justiça social", destacou Cid Gomes.

Ação Brasil Carinhoso é ampliada e beneficiará 16,4 milhões de pessoas



O governador Cid Gomes participou nesta quinta-feira (29), em Brasília, do anúncio feito pela presidenta Dilma Rousseff da ampliação do programa Brasil Carinhoso.

        O governador Cid Gomes participou nesta quinta-feira (29), em Brasília, do anúncio feito pela presidenta Dilma Rousseff da ampliação do programa Brasil Carinhoso. A ação, que faz parte do Plano Brasil Sem Miséria, vai ser ampliada para atender famílias que vivem na extrema pobreza com jovens de até 15 anos, alcançando 8,1 milhões de crianças e adolescentes, e beneficando 16,4 milhões de pessoas. Inicialmente, o programa era direcionado a famílias com filhos entre 0 e 6 anos. A presidenta Dilma Rousseff classificou a iniciativa como a mais forte de combate à pobreza extrema no Brasil.

        “Eu tenho que o Brasil que nós todos queremos construir é um país de classe média. E, para isso, nós colocamos, como uma de nossas prioridades, desde o início do governo, de retirar 16 milhões de brasileiros da pobreza. E o que estamos anunciando é um passo decisivo para essa sociedade de classe média que desejamos.(…) Não há nada mais importante a fazer. Tenho certeza que vamos fazer”, afirmou Dilma Rousseff, que assinou medida provisória, enviada ao Congresso, para a ampliação da ação.

        Os benefícios do Brasil Carinhoso serão depositados a partir de 10 de dezembro. Até agora, a ação já retirou 9,1 milhões de pessoas da extrema pobreza. Com a ampliação, serão mais 7,3 milhões. A ação engloba três pilares – renda, educação e saúde – com a garantia de que todas as famílias extremamente pobres com um ou mais jovens de até 15 anos tenham renda mínima superior a R$ 70 por pessoa. Ainda há o investimento em construção e repasse para creches e pré-escolas, com o aumento de 66% na verba destinada para alimentação das crianças.

Manchetes desta sexta feira

 - Globo: Cerco à corrupção – Número 2 repassava e-mails sigilosos da AGU a quadrilha

- Folha: Ex-assessora usou Lula para conseguir cargos

- Estadão: Rose disse a irmãos Vieira que falaria com Lula sobre cargos

- Valor: Tesouro já banca 51% dos empréstimos do BNDES

- Estado de Minas: Brasileiro paga mais para voar

- Zero Hora: Assassinatos de negros crescem 34% em oito anos

Coluna do blog



Câncer moral dói bem mais
Nada abala mais um jornalista do que censura. Nem o câncer. O jornalista Messias Pontes, um comunista da velha guarda, anda triste e revoltado. Nem o tratamento pesado de um CA de que tenta se livrar, abalou tanto o Messias como o novo momento que viveu inda há pouco. Faz 40 anos, conta, estava na Rádio Assunção pronto para levar ao ar o programa que comandava quando uns gorilas de Laudelino Coelho, então superintendente da PF no Ceará invadiram o estúdio e o levaram preso. Messias foi. Em meio ao interrogatório ousou dizer pra Laudelino: - Eu fui preso sem nem levar meu programa ao ar. E Laudelino, na bucha: - Se você tivesse falado seu filho da puta, não estaria aqui, agora, falando comigo. Foi a primeira prisão de Messias. Recentemente, Messias leu uma notícia dada por este jornal O Estado, sobre a inauguração de mais um trecho do Metrofor, esta até a estação São Benedito. Era antevéspera do segundo turno em Fortaleza. Mais que depressa o PT foi à Justiça Eleitoral pedir direito de resposta no programa do Messias na Rádio Cidade, o que foi negado porque não havia o que responder. O programa não foi ao ar, porque o filho do Messias Pontes, Carlos Pontes, que ajuda o pai na missão do dia-a-dia, também foi proibido de apresentar o programa. Eram passados 40 anos daquela censura ao jornalista, feita pela PF de Laudelino (não comparar com a PF de hoje). Messias Pontes ficou indignado e até abatido, principalmente porque o locutor do horário a quem renderia, ficou em estado de graça, dizendo que continuaria o seu, dele, programa, jogando no lixo os textos preparados na pauta de Pontes para o programa. Pelo visto não foi só a censura que doeu em Messias Pontes, mas o oportunismo usado naquele que seria o seu horário.

A frase: “O PT não manda no meu Governo. No meu Governo mando eu!”. Dilma Rousseff, presidenta da república do Brasil, com um murro na mesa.



Ernando Uchôa: O bom direito chega à imortalidade(Nota da foto)
O ex-presidente nacional da OAB, Ernando Uchoa Lima, é o mais novo imortal da Academia Cearense de Letras. O advogado tomou posse da cadeira de número 14, antes ocupada pelo poeta Barros Pinho. Os que  o admiram, como este repórter, somos especialmente felizes. A cadeira que ele senta hoje foi de Barros Pinho,o poeta querido.

Aí vale arapongagem
Roberto Claudio, negou qualquer movimento seu sobre composição de secretariado e a grade de cargos da prefeitura. “Não tenho ainda as informações”, resumiu. Pois que colha todas inclusive os que convidar e que um dia já administraram alguma coisa.

Não, como resposta
Alguém perguntou a Sérgio Machado, da Transpetro; Tem chance de um novo estaleiro para Fortaleza? – Resposta: Não! Então tá.Viva Recife que acolheu o que o PT não quis.

Incrível
Tem político velho que vive no meio desde o século passado que não acredita no Supremo; acha que Zé Genuino é inocente dos crimes pelos quais foi punido. É osso!

Líder é líder
Welington Landim, o bom rapaz, não vai dar dor de cabeça pra composição da Mesa da Assembleia. Quer ser apenas líder do bloco PSB-PT. Nem do TCM quer ser.

Guerra é guerra
Sérgio Aguiar e Sarto Nogueira estão nos bastidores; luta surda e pesada pela Primeira Secretaria da Assembleia. É o segundo poder do Estado, numa prefeitura na capital.

Devagar e sempre
Enquanto o bloco de mulheres da Assembleia quer lugar na Mesa diretora, Tim Gomes acaba de acertar com os colegas, lá dele, que será o primeiro vice-presidente da Casa.

Voando
Veveu Arruda, Prefeito reeleito de Sobral tem um sonho nascido lá nos anos 60 com o pai dele, Luciano Arruda; erradicar de fato a miséria de Sobral.Tá em Brasilia caçando ganho.

Explicando
Veveu, um socialista convicto, constrói quase 3 mil casas populares para miseráveis. –Pobres têm todo tipo de bolsa, os miseráveis até invisíveis são, afirma emocionado.

Falar nisso...
A mulher de Veveu é Izolda Cela, Secretária de Educação do Estado. Conseguiu com o Governador que 78% do Fundeb sejam encaminhados para os bolsos dos professores.

Quem sabe, sabe
Izolda Cela, mulher valente que dá baile em Harvard e no Ministério da Educação em Wasinhgton, bateu cabeça com Mauro Filho sobre o dindim do Fundeb. Ganhou fácil.

Mais uma
A pasta da Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano, no governo Roberto Cláudio poderá ser ocupada por  Juraci Neves, atual secretária de Desenvolvimento Urbano de Sobral.

Natal de luz
Amanhã o Prefeito Agenor Neto, de Iguatu, abrirá o natal de Luz, festa anual que alegra o município e promove o mês inteiro de alegrias natalinas. Uma luz sobre o bem.

Fideralina; ai de quem ela não gostasse

Livro sobre Fideralina Augusta é lançado na Assembleia Acontece na próxima quarta-feira (25), às 19h, no auditório Murilo Aguiar, na As...