segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Ministério Público Eleitoral e Justiça Eleitoral recebem denúncia contra prisões arbitrárias

A coligação “Para Renovar Fortaleza” denunciou ao Ministério Público
Eleitoral e à Justiça Eleitoral prisões arbitrárias e perseguições
empregadas pelo vereador eleito Capitão Wagner (PR), no entorno do
Conjunto Ceará.
A denúncia foi protocolada nesta tarde junto ao procurador eleitoral,
Márcio Torres, e ao diretor do Fórum Eleitoral e juiz da 114ª zona
eleitoral, Mário Parente.
A denúncia foi baseada em depoimentos colhidos junto aos eleitores
coagidos e presos indevidamente pelo grupo liderado pelo oficial da
Polícia Militar aposentado.

Da Assessoria de Imprensa da coligação “Para renovar Fortaleza”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...