terça-feira, 30 de outubro de 2012

Coluna do blog



Quem viveu, viu
Passada a euforia dos cientistas políticos, dos marqueteiros de plantão, dos que chegaram na última hora insinuando conhecimentos de um já ganhou de oportunismo, fica mais fácil lembrar coisas que geralmente sequer ocorrem àqueles que chegam dizendo eu  já sabia ou ainda: eu trabalhei feito um louco por esta eleição. Refiro-me, claro, aos áulicos da vitória de Roberto Claudio do PSB, sobre Elmano Freitas, do PT, para a Prefeitura de Fortaleza. Há que se apertar o dedo no buraco de memória e listar fatos que muitos desconhecem, ou se fazem de doidos pra melhor passarem. Havia muito mais de ano esta coluna listava o Sr. Roberto Claudio como o candidato do Governo do Estado para a Prefeitura da capital. Ninguém falava nisso, mas a gente assegurava isso. Era poule de 10. Quando se registrou a candidatura e começaram os primeiros movimentos, via-se claramente que teríamos um segundo turno e onde sempre se dizia aqui: Vai Roberto Claudio contra outro pro segundo turno. Quem ouviu, e leu, espero que tenha aprendido. Aí, vieram as sequencias de fatos que culminaram com a vitória de Roberto Claudio, no domingo. Lula veio espicaçar os patrocinadores da candidato de RC e,vê-se agora, foi um risco n’água. Pelo contrário; acirrou nos “meninos” a vontade de derrota-lo. O interior correu pro mar. Mais de 50 prefeitos trouxeram caravanas de partidários de suas cidades para conversarem com seus conterrâneos que votam em Fortaleza sobre a importância de RC ser eleito prefeito. Um fato novo, inusitado, mesmo. A diferença cultural e intelectual, o cabedal de informações do candidato do PSB sobre o do PT, prevaleceu em todos os debates. Os apoiadores que vieram do primeiro turno, muito pelo contrário de Lula, agregaram votos a RC. As pesquisas jamais mentiram ou pelo menos erraram feio. Os sobe-e-desce de ambos os candidatos ao longo da campanha foi uma coisa natural, face o humor do eleitor e do conhecimento que ia tendo de cada um. Nos feudos do PT o PSB meteu o bedelho e socou-se por exemplo, na periferia pra angariar a simpatia do eleitor, tentativa feita pelo PT em relação ao PSB nos nichos a que chamavam de elites. Se um funcionou, o outro não. Vamos aos números das Zonas Eleitorais e teremos isso claramente. Por fim, a boca de urna do Ibope matou, na mosca, o resultado que o povo já havia posto nas urnas; 53% a 47%. 0,2% a mais pro eleito não quer dizer nada num universo de perto de dois milhões de votos. E há, por fim, o que se pinçar para ilustrar e dourar a pílula: o TRE foi de uma felicidade sem par ao finalizar um pleito com tão poucos erros na capital. Tem mais coisa no meio disso tudo;ganhou quem teve mais voto. 

A frase: “Sabedoria, quando é muita, cresce e come o dono”. Da sabedoria popular.

Ninguem é de ferro (Nota da foto)
Trabalhando a semana inteira na  Secretaria de Educação do Ceará, tirando os fins de semana e às vezes semana inteira na pós-graduação em Juiz de Fora(MG), e mulher do Veveu, dona Isolda  Cela, tira uns dias aqui pra viajar aos States. Vai a trabalho, porém...

Pra lua
Tem gente que nasce virado pra lua. O Prefeito eleito de Acarau, Alexandre Ferreira Gomes, vai assumir a cidade no dia 1 de janeiro com um presentão.

Estradão
O Tio dele, deputado federal Aníbal Gomes conseguiu com os governos Federal e Estadual o asfaltamento da estrada que liga Aranaú-Barrinha-Casteliano à Sede.

Casa própria
Os dados mais recentes da Relação Anual de Informações Sociais do Ministério do Trabalho revelam que 150 mil mulheres atuam hoje no mercado de construção civil no Brasil.

Caso médico
Passa bem, graças a Deus, nosso superintendente Ricardo Palhano. O relógio andou dando um susto nele, e na gente. Fez uns pontilhões de stent e o remendo ficou ótimo.

Barrada no baile
A Rosa da Fonseca tem mania de driblar as entradas da Verdes Mares e ir bater no programa do Paulo Oliveira, pra deitar falação no besteirol de acabar com o voto.

Radicalizou
Rosa e uma parceira lá dela, deu um drible entrando pela TV Diário e encontrou com Oliveira que negou espaço pra ela. Queria falar na véspera da eleição pelo voto nulo.

No meio fio
Raimundão Gente Fina, prefeito eleito de Juazeiro do Norte, já em terceiro mandato anuncia transformações na saúde do município. Vamos reativar os hospitais fechados.O do Estado, sozinho não atenderá à demanda.

Já Veveu...
Reeleito para continuar à frente da Prefeitura fala da mesma coisa: Não fosse ter que atender 1 milhão e 700 mil pessoas da região, o que temos daria bem pra gente.

Polo
Cidade polo da região Norte do Estado, Sobral hoje atrai pacientes até do Piauí. O Hospital Regional que o Estado está construindo vai aliviar, mas ainda faremos 40 postos na cidade e nos distritos, disse Veveu.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...