segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Coluna do blog



Comprando uma briga
O consumidor Mauricio Cysne, queixa-se de que está sendo enganado pela Ortobom. Munido de farta documentação, veio à coluna com a última correspondência feita a empresa o que pra nós serve como a crônica de um rolo anunciado. Leia:
À Ouvidora da Ortobom
Como cliente desde os anos de 1995 sempre fui bem assistido até minha penúltima compra em 2011.
Devido ao bom atendimento prestado até então, indiquei várias pessoas inclusive a maioria de minha própria família as quais tornaram-se clientes. Indo ao Shopping Iguatemi no dia 27 de julho de 2012 decidi comprar um box baú para minha cama king size, cama esta que deve ter sido a terceira já adquirida pela Ortobom.
Através da vendedora Vitória que trabalha na loja 08, realizei a compra e efetuei o pagamento, com entrega prevista no prazo de 10 a 12 dias úteis. Esperei entre 18 a 20 dias úteis até a entrega da mercadoria, só que a referida entrega não foi concretizada devido ao box baú não passar pela escada do prédio onde resido, sugeri naquele momento que o box baú poderia adentrar em meu apartamento através via içamento, que é muito utilizado quando um móvel não passa pelo elevador ou pela escada; porém o entregador decidiu levá-lo de volta, e no mesmo instante telefonei para a D. Vitória e narrei todo o fato, ela por sua vez me disse que desconhecia o que era içamento e quem o fizesse. Ora, o prédio onde moro tem apenas 5 anos de construído e obedece a todas as normas ora vigentes em metragem e acessibilidade.
Passadas semanas até agora e sem solução concreta e com constantes pedidos, reclamações, espera e muita tolerância de minha parte, não fui atendido. Falei com  todas as pessoas com cargos  hierárquicos da empresa como: D. Vitória, Isabela Chaves, Vitória novamente, Isabela Chaves novamente, Sra. Penina e finalmente com o Sr. Dante que por sinal estava mais interessado e preocupado em saber como eu havia conseguido seu nome e telefone do que solucionar o  meu problema, problema esse criado pela Ortobom através de sua gerente e Sr. Dante que não sei até o momento qual o seu cargo hierárquico na empresa.
Diante dos transtornos acima ora comentados, decidi hoje dia 03 de outubro de 2012 a não mais esperar por promessas, não mais mendigar pela entrega ou refabricação do mesmo e sim, reaver a quantia paga a Ortobom através do CARTÃO VISA em 20 de agosto de 2012 no montante de R$ 1.731,60(Hum Mil Setecentos e Trinta e Um Reais e Sessenta Centavos).
Enviamos no dia 03 de outubro de 2012 essa mesma reclamação para a Ortobom em Fortaleza e até hoje 09/10/2012 nada de resposta. Outra no dia 05/10/2012 para a matriz no Rio de Janeiro e por sinal recebemos hoje dia 09/10/2012 um retorno da mesma através de telefone NÃO IDENTIFICADO, que por sinal achei muito desprofissional por parte de uma empresa com porte da Ortobom: dizendo que não poderia contornar o meu problema, e sim, somente através da Ortobom de Fortaleza.
As Ortobons foram diversas vezes advertidas por mim que devido a longa demora das mesma em solucionar o meu problema esperaria até o dia 11 de outubro de 2012 para que o numerário pago fosse depositado em minha conta corrente junto ao Banco do Brasil, ou caso contrário, levaria ao PROCOM, DECOM e a Imprensa de modo a alertar aos consumidores a via tortuosa e sem solução até o presente momento 17/10/2012 a qual a Ortobom me levou. Estou tentando reaver o meu dinheiro de volta e por enquanto nenhumas das Ortobons(nem a do Rio de Janeiro e a de Fortaleza)  se prontificaram em devolvê-lo-me. - Fortaleza, 17 de outubro de 2012.

A frase: “Quem faz o que quer...lê o que não quer”. Atualizando os adágios.


Eleito (Nota da foto)
Este senhor aí é o novo prefeito eleito de Fortaleza. Substituirá à senhora Luiziane Lins. Roberto Claudio teve  53,02% votos, contra  46,98 dos votos de seu adversário Elmano de Freitas. Nunca, por aqui, o Ibope fechou uma boca de urna neste patamar de acerto.  Os detalhes estão nas reportagens das páginas deste jornal. Siga-os. Data vênia, repito o que disse: No Ceará a presença de Lula foi um risco nágua.

Filho de peixe
Everson de Brito Souza segue os passos do pai, o palhaço Tiririca (PR-SP), transformado em deputado federal.

Risadinha
Só que apenas no lado das palhaçadas: acaba de conseguir uma vaga no elenco humorístico Feira do Riso, futura atração da Rede TV!, que marcará sua estreia na televisão.

Preferiu ser Tirulipa
Desistiu em cima da hora de tentar ser vereador em Fortaleza. Ele é conhecido como Tirulipa.

Cê sabia?
O deputado federal Edson Silva saiu da chapa de vice em Maracanau, na antevéspera da eleição. A pedido do candidato a Prefeito, por ter aquele problema com seu endereço residencial, Edson tirou seu nome.

Dindim do outro negro
O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, afirmou que a Casa começará a discutir e a votar o projeto de lei que redistribui os royalties do petróleo.

Tempo de crescer
A previsão, segundo Maia, é que isso aconteça  quarta (31) e quinta (1º). “Chegou a hora de resolver a questão dos royalties porque se trata de um projeto fundamental para o crescimento do país”.

Acordão
O Tribunal de Contas do Ceará fechou acordo com o Sebrae para ajuda na fiscalização de contas do Governo do Estado. Segundo o presidente Távora, o Junior.

Tem chovido
Anda chovendo forte esses dias em Fortaleza e na região Metropolitana da capital. No interior as chuvas ainda nem chegaram ao Piauí.

Chove que chove
No fim de semana caiu boa chuva em Fortaleza e em alguns municípios da Zona Norte. Em Itapagé, por exemplo, São Francisco patrocinou uma lavagem geral da serra.







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...