terça-feira, 26 de junho de 2012

Pra quem gosta de estatística

Outro lado

Se o ex-presidente Lula deixou o governo com 73% de popularidade e elegeu Dilma Rousseff, que jamais disputara uma eleição e que agora pode até superar o padrinho, ultrapassando 80%, os dois juntos não conseguirão manter qualquer favoritismo nas próximas eleições municipais, especialmente nas capitais, para candidatos do PT. Hoje, o partido tem sete prefeitos: Rio Branco, Porto Velho, Goiânia, Vitória, Palmas, Fortaleza e Recife. Nas capitais de Pernambuco e Ceará, há desacertos com aliados e nas outras, as candidaturas não têm chances. Ou seja: se o PT venceu as últimas três eleições presidenciais, em outubro próximo não conquistará mais capitais e poderá retroceder, perdendo o que já tem. Em 2004, ganhou nove capitais; em 2008, oito. E desta vez, além de ausência do poder de Lula, tem poucos candidatos: nas últimas quatro eleições, lançou entre 19 e 23 nomes em 26 capitais. Hoje, só tem 15 candidatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coluna do blog

Dulce começa santificado Roma 9 Itália - 18 graus -A Basílica Sant"Andrea Della Valle, no Corso Vitorio Emanuelle locou cedo. 90% era...