sábado, 30 de junho de 2012

JUÍZA ICOENSE É A NOVA DESEMBARGADORA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO CEARÁ.



A juíza Maria Vilauba Fausto Lopes foi eleita, nesta sexta-feira (29/06), desembargadora do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). A escolha ocorreu durante sessão plenária conduzida pelo presidente da Corte, desembargador José Arísio Lopes da Costa.
A magistrada, titular da 5ª Vara da Fazenda Pública de Fortaleza, recebeu a terceira maior nota entre os concorrentes e foi eleita por figurar três vezes seguidas em lista de merecimento, conforme preceitua o artigo 93 da Constituição Federal. Os juízes Raimundo Nonato da Silva Santos e Mário Parente Teófilo Neto receberam, respectivamente, a primeira e a segunda maior nota.
Maria Vilauba foi eleita pelo critério de merecimento, na vaga deixada pelo desembargador José Mário Dos Martins Coelho, que se aposentou em janeiro de 2012. “É uma emoção muito grande, que não consigo expressar com palavras. Gostaria de agradecer a todo o Colegiado deste Tribunal e, principalmente, a Deus”, disse a nova desembargadora.
Segundo ela, a magistratura é um exercício de devoção e uma vocação. “É uma renúncia constante de interesses particulares em prol do ideal de Justiça. É um sacerdócio”, afirmou. A escolha ocorreu em sessão pública, com votação nominal, aberta e fundamentada.
PERFIL.
Maria Vilauba Fausto Lopes é natural de Icó e ingressou na magistratura em 17 de novembro de 1987, como juíza Substituta da Comarca de Tamboril. Atuou ainda nas comarcas de Baturité e Tauá, sendo promovida para Fortaleza em 1996.
Na Capital, presidiu a Junta Eleitoral e desempenhou funções na Comarca Judiciária de Adoção Internacional e em Varas da Fazenda Pública. Atuou também na 8ª Vara Criminal de Fortaleza, entre outras.
MEMBRO SUPLENTE DO TRE.
Durante a sessão extraordinária realizada nesta sexta-feira (29/06), o Pleno do TJCE aprovou a indicação do juiz Paulo de Tarso Pires Nogueira para a vaga de membro suplente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
A indicação do magistrado ocorre em virtude do término do primeiro biênio do juiz Luís Roberto de Oliveira Duarte. A medida atende ao edital nº 64/2012, assinado pelo presidente da Corte, desembargador José Arísio Lopes da Costa.
 (FONTE: TJCE).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cactus na Assembleia