sábado, 30 de junho de 2012

Festa ao sol – Na Sobral de Ciro e Cid, Veveu e Carlos Hilton vão na cacunda do povo



No céu de Sobral um solão pendurado soltando fogo de 38 graus. No chão, o calor era humano. Centenas de sobralenses, admiradores e parceiros de Veveu Arruda, Carlos Hilton e os FGs., carregavam nos ombros os dois candidatos a Prefeito e Vice para a convenção da maior coligação já vista na Zona Norte do Ceará; ao todo 16 partidos se agregaram ao PT e ao PSB para a formatação da chapa que local o ginásio da Faculdade Luciano Feijão para a festa partidária.
Veveu e Carlos Hilton chegaram no tuntum das pessoas enquanto nos céus estourava um foguetório de 15 minutos. Era perto do meio dia, menos de uma hora de atraso para o que estava marcado para começar às onze e meia da manhã. Mas esperavam o Governador, filho da terra e padrinho da candidatura. Cid não se importou de também chegar nos braços do povo. Estava na terra dele e em política, na terra da gente vale tudo.

Os discursos foram relativamente curtos para uma festa política. Os deputados Prof.Teodoro e Ferreira Aragão exaltaram as qualidades dos candidatos e pediram votos para os candidatos a vereador.Ivo Gomes foi singelo e firme no discurso, exaltando o sobralense e eleger pessoas que ele sabe e avaliza como duas pessoas capazes, corretas e trabalhadoras. Leônidas Cristino lembrou seus tempos de prefeito e disse que apostava em que Veveu seria mais operoso que ele e Cid Gomes, quando prefeito de Sobral. –Esperamos que você faça aquilo que não podemos fazer, disse. 

Maria do Carmo, mãe de Veveu contou histórias do menino que adorava dividir o que tinha com quem não tinha.

Carlos Hilton foi ufano. Chamou pro povo, a garra da ser sobralense, de não deixar a peteca cair, de manter a vaidade de ser uma das cidades mais importantes do Brasil. Puxou o terço do orgulho de ser sobralense, mantra que todos conhecem da terra de Dom José. Vaidade e orgulho de ser sobralense, forjado no barro da terra que engrandece seus filhos e enalteceu o povo que segue a dupla, ele e Veveu.


Ciro Gomes pediu um tiquinho de silêncio pra falar. Queria dizer coisas graves. E disse. Falou de forças do atraso que querem fazer Sobral parar, falou da continuidade do trabalho de Cid e Leônidas pelas mãos de Veveu, denunciou que tem forasteiro jogando dinheiro dentro de Sobral pra desestabilizar a campanha e, como Carlos Hilton, foi sobralense, aquele personagem quase herói por manter tradições e ter responsabilidades com o desenvolvimento da cidade e do Ceará.


Cid, o Governador foi mais longe. Pediu pra Veveu fazer o que tinha que ser feito e que ele não teve tempo pra fazer. Pediu a Veveu pra continuar (hoje Veveu está titular da Prefeitura,eis que era vice de Leônidas que foi pro Governo Federal) o trabalho de fazer Sobral crescer, honrando as tradições de uma gente empreendedora e que não tem medo do trabalho. E ao abraçar Veveu disse que quando ele assumisse o Governo, depois de botar os pés de molho no dia seguinte à vitória, pegasse os projetos, botasse debaixo do braço e fosse pro Palácio da Abolição, sede do Governo. – Lá, Veveu, você vai encontrar um sobralense, que tem aqui seu umbigo enterrado, pronto pra participar do seu governo, da sua administração, do processo de progresso e da melhoria da vida das pessoas.


Veveu cumprimentou um a um e o povo. Falou em números da educação do município. Falou da vaidade de ter Sobral entre os cem melhores municípios do Brasil,m relação onde não há nenhuma outra cidade do Norte e Nordeste do País. Destacou que vai dar especial atenção à saúde, hoje cuidada por seu candidato a vice, na titularidade da Secretaria de Saúde do município. Falou de indústrias, de trabalho e de uma enorme vaidade de fazer, de acertar, de participar. Deu um selinho na mulher, Isolda Sela, Secretária de Educação do Ceará, deu um beijo na mãe e pediu a todos para ajudarem na sua tarefa de continuar melhorando Sobral.

3 comentários:

  1. No mundo inteiro estão vivendo o século XXI, mas em Sobral ainda estamos no século XVIII. Essa de "forças do atraso" e carregar político demagogo nas costas é um tanto demais.

    ResponderExcluir
  2. Arnóbio, cê parece que não torce Guarany de Sobral.

    ResponderExcluir
  3. Um grupinho que tenta continuar como estão, sempre na cacunda do povo, esmagando-os.

    ResponderExcluir

Cactus na Assembleia