terça-feira, 29 de maio de 2012

Rompimento causa reviravolta política


O município de Catarina está passando pela maior reviravolta política de sua história depois que o prefeito Jefferson Paes de Andrade anunciou seu rompimento com o ex-prefeito Lamartine Rodrigues, que o colocou na vida pública. A decisão foi confirmada pelo prefeito, durante uma entrevista concedida na solenidade de concessão de título de Cidadania na Câmara Municipal de Catarina.

Sem dar muitos detalhes sobre as razões que o levaram a encerrar a parceria política com o grupo político liderado pelo ex-prefeito Frutuoso Rodrigues, atual vice-prefeito de Catarina, Jefferson não perdeu tempo e tratou logo de anunciar o nome do candidato que pretende apoiar. Trata-se de seu primo, o enfermeiro Rafael Paes de Andrade, filho do ex-candidato a prefeito de Catarina, Iran Paes de Andrade.
SURPRESA
A decisão do prefeito foi recebida com surpresa pela população, principalmente porque, no último dia 4 de abril, quando esteve em Tauá, prestigiando uma homenagem da Câmara Municipal ao advogado Aroldo Mota, Jefferson foi entrevistado pelo repórter Radir Rocha e afirmou que o quadro político do município de Catarina estava definido. “Nós vamos apoiar o ex-prefeito Lamartine, eles me apoiaram e eu tenho um acordo de voltar a apoiá-lo. Ele foi prefeito por oito anos, me apoiou e estou terminando meus oito anos. Tenho um compromisso de apoiá-lo e honrarei o meu compromisso”, declarou. O ex-prefeito Lamartine Rodrigues ainda não manifestou-se, oficialmente, sobre o rompimento político. A reportagem tentou contato com o ex-prefeito, mas os celulares dele encontravam-se desligados. Como está filiado ao PMDB de Catarina e não é majoritário no Diretório, Lamartine não poderá concorrer nas eleições municipais deste ano. A grande expectativa no município é quanto ao posicionamento do grupo político que governou o município ao longo de várias décadas e detém um capital eleitoral considerável.

Penso eu - Catarina?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gênio!

As andanças e declarações do ministro Salles na Espanha O Acordo de Paris é para o país levar vantagem O ministro Ricardo Salles deu uma ent...