sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Briga de Dilma e Teixeira vai parar na The Economist

A briga de Dilma Rousseff e o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, ganhou as páginas da revista inglesa The Economist de hoje em reportagem sob o título Os objetivos pessoais do Senhor Futebol. A matéria apresenta Teixeira como “um acusado de suborno há anos”, aborda a CPI do Futebol, contratos suspeitos e muitas histórias conhecidas pelos brasileiros. Mas chama a atenção por sair daquela prática de copiar o que a imprensa brasileira já publicou e ir a campo. Embora cite veículos brasileiros – entre eles reportagem da Rede Record que está no calcanhar de Teixeira – The Economist assumiu a investigação do personagem para contar sua própria versão ao mundo.

Ricardo Teixeira, deu entrada nesta quinta-feira por volta das 19h na emergência do Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, zona sul do Rio, com dores abdominais, e um duardo de diverticulite.Ele chegou em um carro particular, acompanhado pelo cardiologista Jorge Castro y Perez.Segundo as assessorias da CBF e do hospital, o dirigente teve dores abdominais e vai ficar internado em observação. A princípio, o tratamento é clínico e não será necessária nenhuma intervenção cirúrgica.

Propina

A revista inglesa obteve cópias de contratos que mostram recebimento “de milhões” por Teixeira a título de propina pelo jogo Brasil e Portugal, em Brasília, em novembro de 2008. O caso já foi noticiado no Brasil, mas é relevante o fato de uma revista internacional de prestígio entrar na investigação. Se a moda pega, será outra a cobertura da Copa do Mundo de 2014 pela imprensa internacional – com possibilidade de o Senhor Futebol dominar o noticiário ao lado das dúvidas sobre a organização do evento, como cita a revista.(Associated Press)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coluna do blog

Dulce começa santificado Roma 9 Itália - 18 graus -A Basílica Sant"Andrea Della Valle, no Corso Vitorio Emanuelle locou cedo. 90% era...