quinta-feira, 29 de setembro de 2011

2 x 0 - Brasil vence com gols de Neymar e Lucas

Com boas atuações de Jéfferson, Cortês, Danilo, Lucas e, especialmente, de Neymar, o Brasil venceu a Argentina por 2 a 0, nesta quarta-feira, e ficou com a taça do Superclássico das Américas. Bom para Mano Menezes, que finalmente venceu uma grande seleção, após mais de um ano à frente da Canarinho. A rivalidade e a multidão histérica (mais de 43 mil pessoas) fizeram do jogo de volta do desafio uma partida bem assistível, muito mais movimentada que a primeira. Pegada. Claro, o título em jogo contribuiu.
Ronaldinho foi a grande frustração e Neymar, o grande personagem. Antes mesmo do início da partida, a “Joia” se emocionou com o hino brasileiro e, com bola em jogo, arrancou suspiros da plateia a cada toque na bola. Foram com ele os melhores momentos do primeiro tempo. Aos 14 minutos, o craque precisou de pouco espaço para chutar rasteiro, de fora da área, e obrigar o goleiro argentino a fazer boa defesa. Aos 39, seu lado “culposo”: Lucas abriu bem o jogo para Borges, na direita. O atacante cruzou para Neymar, mas a bola desviou no marcador e a “Joia” furou na pequena área.
O segundo tempo começou ainda mais movimentado que o primeiro, e com boas chances de gol. Aos 7, a primeira chance argentina: Fernández chutou cruzado de dentro da área e Jéfferson espalmou. No minuto seguinte, Lucas abriu o placar com um belo gol em contra-ataque fulminante de 11 segundos e seis toques na bola. Borges recebeu a bola no círculo central, tocou para Danilo que, de primeira, esticou verticalmente para Lucas disparar do campo de defesa, deixar o marcador para trás com enorme velocidade e só parar no gol argentino, num bonito chute cruzado na saída do goleiro.
O gol de Neymar veio aos 30. Cortês invadiu o campo adversário e tocou para Diego Souza na linha de fundo, que cruzou rasteiro para o jovem ídolo completar, enroscado com a zaga: 2 a 0. Após o segundo gol, o jogo seguiu movimentado, com chances para ambos os lados. No final, o placar permaneceu inalterado e o Brasil chegou à 38ª vitória em 96 jogos contra a Argentina. Foram 24 empates e 34 vitórias hermanas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...