domingo, 27 de fevereiro de 2011

Achou cedo

O Planalto queria brindar o deputado federal Aldo Rebelo (PCdoB-SP) com o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). Seria o candidato de Dilma e da base governista. Rebelo declinou do convite: acha que ainda é muito cedo para pendurar suas chuteiras de parlamentar (a nova bem cotada é a deputada Ana Arraes, do PSB de Pernambuco). E Aldo continua com seu nome comentado para assumir o Ministério da Defesa, na hipótese da saída de Nelson Jobim.
Os homens de bem geralmente não vão pra cama do poder no primeiro encontro, não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Capa do jornal OEstadoCe