segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Tiririca deixa hospital após cirurgia na vesícula

O deputado federal eleito Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), 45, o palhaço Tiririca, deixou o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, às 11h50 de ontem. Ele foi operado na tarde de sexta-feira (28) para retirada da vesícula, que estava com pedras. A cirurgia ocorreu sem problemas.

“Foi tirada a vesícula fora. Estava inflamadíssima”, afirmou o deputado eleito, na saída do hospital. Segundo Tiririca, a cirurgia foi decidida na sexta-feira depois de uma consulta. O médico Raul Cutait chegou a sugerir que a operação fosse feita no sábado. Mas Tiririca quis fazer no mesmo dia.

“Eu sai do consultório dele direto para o hospital fazer a operação”, afirmou Tiririca, ao lado da mulher Nana Magalhães. Na terça-feira, ele toma posse como deputado federal. Ele diz que não sabe ainda como será o seu discurso de posse. Com mais de 1,3 milhão de votos, Tiririca foi o mais votado do país.

No final de dezembro, Tiririca foi internado no hospital São Mateus, em Fortaleza, após sentir uma indisposição gástrica. Ele ficou dois dias internado para tomar medicamentos. De acordo com a assessoria dele, a operação não teve relação com a internação.

Sem entender Mabel
Na quinta, Tiririca participou de almoço com parlamentares em apoio a Marco Maia (PT) para presidente da Câmara Federal e disse que a candidatura de Sandro Mabel, do PR, pegou o partido de surpresa. “O Mabel é muito querido, mas eu não consegui, nem o partido, entender o motivo de sua candidatura”.

Tiririca afirmou que, na eleição da Câmara, a ser realizada amanhã, vai seguir a orientação do PR. Mabel desafiou o próprio partido ao lançar sua candidatura à presidência da Casa. O PR ameaçou expulsar o deputado, caso ele insista em disputar o cargo contra Marco Maia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Editorial do Estadão

Linha vermelha O ministro da Educação, Abraham Weintraub, tem de ser demitido. Sua errática gestão já seria razão suficiente, ma...