domingo, 30 de janeiro de 2011

Domingo em Buenos Aires

Nada de deixar ninguem depressivo numa manhâ de domingo. Entáo náo vou contar o atraso da perda=malas pra sair de Sao Paulo, simplesmente proque foi coisa que inexiste.
Como sou linguarudo, dificilmente resisto.

Decolarmos de Fortaleza pra Sao Paulo comum minuto na frente da hora. Perfeito.
Chegamos em Sao Paulo cinco minutos antes da hora. Ai, na hora do emabrque pra Buenos Aires, na ala internacional, estava lá, Portao 2B. Nao era. Era 4B. Nisso a tripulacao que havia passado antes, voltou. E avisou pra nós, dois jornalistas que batiamos papo: O embarque é no portao 4C. Subimos as escaleras e fomos. Sentamos à espera. Nao era. A tripulacao voltou. O comandante tinha um sorriso amarelo. Vamos pro protao E 1. Houve troca de aeronave. Um Air Bus A 330, lotado até o gogó. Decolamos de Sao Paulo pra Buenos Aires com hora e meia de atraso. Pra quem viajou de Fortaleza pra Sao Paulo na madrugada, na sequencia, isto é, seis horas depois, ñao havia como ganhar o dia seguinte no destino. Foi vitamina C e cama. Até a noite. Dia perdido por conta da inconsequencia da TAM, a perde=malas. Como voce pode ler, nao estou reclamando de mala perdida. Minha bagagem está limitada ao computador, uma maquina fotografica e uma muda de roupa que a demora é pouco e o trabalho é corrido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bom dia

Militares aceitam proposta encaminhada por comissão e decidem encerrar paralisação  ...