domingo, 17 de outubro de 2010

Por falar em Iguatu...


Ocorreu em Iguatu um fato estranho à política interiorana brasileira. Todo mundo sabe que um grande e forte líder comanda mesmo o voto e escolhe quem seja melhor pro seu reduto na hora de apertar o dedão na urna. Em Igautu, José Ilo e Agenor Neto são dessas lideranças pidonas, que pegam no pé de quem pode pra carrear recurssos e beneficios para seus municípios e munícipes. Cuidando de coisas macro,fazendo com que investimentos do tipo casas populares, calçamentos, melhorias educacionais, reformas e implantações na saúde e muitas obras no campo social, Pai e Filho, Ilo e Agenor, dominam com larga de margem o eleitorado Iguatuense. Por iniciativa do deputado Anibal Gomes, majoritário pra deputado federal no município, o deputado estadual Zezinho Albuquerque foi indicado para ser votado em Iguatu. Em menos de dois meses de campanha, Albuquerque conseguiu uma das maiores votações que um deputado estadual já teve em Iguatu, perto de 17 mil votos. Isso é compreensivel quando a liderança é forte. O que chama atenção, entretanto, é a maneira como Igautu recebeu Albuquerque, tão bem, mas tão bem, que o deputado ganhou o apelido de Zezinho do Iguatu e como tal foi apresentado em comício e reuniões políticas e hoje em eventos do município.E o povo, vai á loucura quando o ve no palco ou no palanque. Um fenomeno a ser registrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cactus na Assembleia