sábado, 21 de outubro de 2017

Kennedy. fim do sigilo de sua morte

Donald Trump vai retirar sigilo de arquivos sobre assassinato de Kennedy




O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou neste sábado (21) que vai retirar o sigilo dos arquivos sobre o assassinato do ex-presidente democrata John F. Kennedy, baleado durante uma visita a Dallas, no estado do Texas, no dia 22 de novembro de 1963.
“Sujeito ao recebimento de informações adicionais, permitirei, como presidente, que sejam abertos os arquivos classificados e há muito tempo bloqueados de JFK”, disse Trump pelo Twitter, durante sua habitual série de mensagens matutinas na rede social.
O Arquivo Nacional tem até quinta-feira (26) para decidir quais dos 3,1 mil documentos sigilosos sobre o assassinato de Kennedy podem ser publicados e quais devem ser mantidos em segredo.
Trump é quem tem a autoridade final para decidir sobre a publicação dos arquivos ou mantê-los guardados por mais 25 anos.
Uma porta-voz da Casa Branca disse ontem (20) ao site Politico que os assessores de Trump estão trabalhando para “garantir a publicação da maior quantidade possível desses arquivos na quinta-feira”.
Mas reconheceu que o governo está preocupado com o fato de que alguns registros desses arquivos não foram criados até a década de 1990 e que eles devem ser revisados para que a publicação dos arquivos não causem um “dano identificável” à segurança nacional.
Um funcionário do Congresso que acompanhou de perto o processo afirmou ao Politico que a Agência Central de Inteligência (CIA) pressionou Trump para impedir a publicação de alguns documentos, possivelmente para esconder os métodos de atuação do órgão ou a identidade de alguns espiões que possam ainda estar vivos.
“Suponho que o presidente possa mudar de ideia no último momento, mas, a não ser o que o faça, não haverá uma publicação absoluta dessas informações. Veremos muitos arquivos na semana que vem, mas não todos, infelizmente”, disse a fonte, que pediu anonimato.
Quem questiona a versão oficial sobre o assassinato de Kennedy espera impacientemente a decisão de Trump, com a esperança de que os novos documentos possam esclarecer o maior mistério da história recente dos EUA.
Segundo o Politico, é possível que documentos da década de 1990 sejam publicados com censuras, de modo a evitar expor operações de inteligência relativamente recentes.
A maior parte dos 3,1 mil documentos sigilosos foi feito pela CIA, pelo FBI e pelo Departamento de Justiça. Uma lei de 1992 determina que eles sejam publicados totalmente na quinta-feira, a não ser que Trump determine o contrário.
(Agência Brasil)

Bilhete do Fernando Hugo

Macário,

CRIME PERVERSO E DESUMANO
Fraudes na compra e no armazenamento de medicamentos para o povo

Há aproximadamente três meses eu denunciei, no Plenário da Assembleia Legislativa do Ceará e para a mídia cearense, o absurdo inaceitável da venda de medicamentos (certamente roubados da saúde pública) nas feiras livres, bodegas e botequins em todo o Ceará, em especial, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Naquela ocasião, chamei a atenção para que o Ministério Público e a Polícia Civil usassem a inteligência na busca dos desumanos e desalmados ladrões das medicações dos pobres.
Nestes últimos dias, a imprensa divulgou escândalos de uma quadrilha que superfaturava e fraudava licitações na Secretaria Estadual de Saúde e, pelo que constatamos, há a participação de servidores que facilitavam fraudes na compra de remédios e que operavam criminosamente uma parceria com fornecedores das medicações.

Sem dúvida alguma tenho certeza que o meu grito, efetuado anteriormente e denunciando o ilícito da venda indiscriminada e aleatória de remédios, levou como uma cura para tais males as ações terapeuticamente policialesca da Operação “Medicar”, que tem ao seu comando o competente Promotor de Justiça do Ceará, Dr. Rinaldo Janja, que representa o Ministério Público do Estado, em parceria com o Tribunal de Justiça Estadual e as nossas Polícias Civis e Federais. 

--
Abraço do Amigo,

Fernando Hugo.

Mais um toma lá dá cá

”Pressionado por aliados, Temer adia privatizações” 
- A uma semana da votação da denúncia da PGR pela Câmara, o Planalto vem ampliando as concessões aos políticos da base aliada. Para atender ao Partido da República (PR), comandado por Valdemar Costa Neto (SP), Temer desistiu de privatizar os aeroportos no seu governo para não mexer com a Infraero, nas mãos do partido. De acordo com o novo cronograma do PPI, os aeroportos serão leiloados em março de 2019. Os editais estão previstos para serem lançados em 19 de novembro de 2018 — o que pode ser revisto pelo presidente que assumir o país em janeiro. O calendário inicial previa o lançamento do edital no segundo trimestre de 2018 e a realização da licitação no terceiro trimestre.

Impériol da canalhice

VOTAÇÃO DA DENÚNCIA: Com a perspectiva de ter, desta vez, menos do que os 263 votos que salvaram Temer da primeira denúncia, o Planalto montou uma operação para convencer os deputados contrários ao presidente a não irem votar. O pior cenário para Temer seria um placar com mais votos contra do que a favor. Ainda que seja insuficiente para levar a denúncia adiante –o que demandaria 342 votos–, resultado tão adverso denotaria extrema fragilidade.

Freud explica

Imagem inline 1

O Corpo Freudiano Escola de Psicanálise promoverá o VII Encontro Nacional e VII Colóquio Internacional, no período de 23 a 26 de novembro de 2017, em São Luís (MA). O evento, que tem como tema “Uma janela para o real – a Fantasia na Psicanálise”, contará com a presença de vários psicanalistas brasileiros. Além deles, participarão psicanalistas renomados internacionalmente, dentre eles, Chawki Azouri, psiquiatra e psicanalista, chefe do serviço de psiquiatria e psicoterapia institucional que fundou em 2006 no Hospital Monte Líbano, em Beirute. Na ocasião, será lançado seu livro Tive êxito onde o paranoico fracassa (Rio de Janeiro, Contra Capa, 2017).    

Ferrer rebate Figueiredo


Heitor Férrer rebate críticas do conselheiro Alexandre Figueiredo  

O deputado estadual Heitor Férrer (PSB) respondeu, nesta sexta-feira (20), na tribuna da Assembleia, as alegações do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Alexandre Figueiredo de que o órgão e os demais conselheiros não teriam estrutura para avaliar as contas do estado e dos 184 municípios cearenses.

O parlamentar classificou a atitude do conselheiro como “politiqueira”, já que as declarações foram feitas às vésperas do julgamento da ADI 5763, impetrada pela ATRICON no Supremo Tribunal Federal, e reforçou que a presidência da Corte de Contas já havia estabelecido que o órgão tem a capacidade de absorver a demanda do TCM.

“O TCE passou a ter o maior corpo técnico dos tribunais de contas do Brasil ao absorver todos os servidores públicos do TCM. O TCE tem estrutura sim e isso foi dito pelo próprio conselheiro Edilberto Pontes, presidente do tribunal. O que o senhor Alexandre Figueiredo fez foi agir politicamente para dar uma mãozinha no momento em que o STF vai julgar a ação que ATRICON entrou contra nossa proposta, estabelecendo claramente que não está mais afeito ao trabalho e não tem mais disposição para julgar. E aí vai o nosso conselho para que ele se aposente”, rebateu Heitor.

O deputado voltou a defender que a fusão dos tribunais no Ceará gerou economia para o estado. Segundo ele, o orçamento disponibilizado para os dois tribunais em 2017 somou R$ 200 milhões enquanto o orçamento solicitado pelo TCE após a fusão com TCM para o desempenho de suas funções em 2018 foi de R$ 160 milhões, portanto R$ 40 milhões a menos.

“Respeito as opiniões contrárias, mas não tenho dúvidas de que a história dirá que estamos com a razão”, concluiu.

Milho no Tauá

Posto da Conab de Tauá é o que mais vende milho no CE
Depois de mais de dois anos de luta dos deputados Domingos Neto (PSD) e Odilon Aguiar (PMB), o posto da Conab de Tauá completou um mês de reabertura e já é a unidade do Estado que mais vende milho. Dos 30 mil sacos que vieram para Tauá, 14 mil foram comercializados em apenas 30 dias. Nesta sexta-feira (23), Odilon Aguiar se reuniu com funcionários e trabalhadores do armazém que agradeceram o empenho dele e de Domingos Neto para a reabertura do posto, que está gerando dezenas de empregos em Tauá e ajudando os produtores e agricultores da Região.
"Foi muito gratificante essa reunião, porque vi a concretização de uma demanda da população. Estamos no sexto ano consecutivo de seca e esse posto era necessário para garantir o abastecimento, diminuir os custos do transporte e gerar emprego", disse Odilon.

Kennedy. fim do sigilo de sua morte

Donald Trump vai retirar sigilo de arquivos sobre assassinato de Kennedy ...