sexta-feira, 3 de julho de 2015

O dia hoje

Hoje é sexta feira e como diz Só Pode, meeiro do Comandante Dilson na fazenda do Cascavel: Me poupe!

Opinião

São Pedro: pecador, pescador ou pregador?

 
Ele foi tudo isso -- e mais 10.

Tanto que -- vocês sabiam? -- o vinho mais caro do mundo, o Château Petrus, é uma homenagem a São Pedro.
No rótulo está estampada a imagem dele segurando as chaves do céu. (Com esse vinho na taça, eu acho que as aqui da terra também!)


Pedro chamava-se Simão, ou Simeão. Nasceu em um vilarejo da Galileia, levou a vida de moço como homem comum, pescador e pecador, até que junto com o seu irmão André foi convocado por João Evangelista para fazer parte do grupo mais próximo de seguidores de Cristo.

E tornou-se rapidamente um dos apóstolos preferidos por Jesus, que admirava sua liderança firme e lhe deu o nome de Pedro (Petrus), que significa pedra, rocha.

Jesus (lhe) teria dito: "És Pedro! E sobre esta rocha construirei minha Igreja".



E assim aconteceu. Ele é considerado o fundador da Igreja Católica Romana e a sua Igreja não é apenas a marca emblemática da "casa de Cristo". É também essa extraordinária construção do espaço central da Praça do Vaticano, em Roma, e que abriga tesouros da criatividade artística.

Exemplos: a Pietá, de Michelangelo.



Mas a sua proximidade com Cristo e a sua liderança, exasperaram o Imperador -- Nero -- que ordenou a sua execução. Até aí, nenhuma surpresa. A surpresa veio do pedido de Pedro: ele queria ser crucificado de cabeça para baixo, por se julgar indigno de morrer na mesma posição de Cristo.

Vejam, abaixo, a reprodução da belíssima tela de Caravaggio (16001)



Morreu com 64 anos (muitos anos depois de Cristo) e o seu túmulo encontra-se sob o altar central da Basílica que leva o seu nome.

São Pedro, como Santo João e Santo Antonio,(junto com São Jorge) são campeões de popularidade no Brasil. Mas os três primeiros reinam absolutos no coração do povo, quando se trata de festas juninas, como " demonstramos" nos posts anteriores.

Já falamos delas, nos posts referentes aos santos-juninos anteriores. Mas não falamos do milho, um dos carros chefes das comidinhas de arraial.

Finalmente: São Pedro é, ainda, o porteiro do céu e padroeiro dos pescadores. No imaginário popular e, nas comunidades pesqueiras do Norte e Nordeste do Brasil, São Pedro é comemorado em alto-mar, com uma procissão em meio às ondas do mar ou de rio, como nesta imagem, no "rio-mar-amazonas".

 
Penso eu - 
Pois bem; no dia 29 um sargento deu a ordem e a procissão tradicional de São Pedro foi proibida em Fortaleza. Duvido que esse entre no céu pela porta da frente.

Diretoria da TAM sinaliza instalação de HUB no Ceará

Um importante passo foi dado, ontem, para viabilizar a implantação do HUB (centro de concentração e distribuição de voos) da TAM no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. Isso porque existe uma concentração de esforços da classe política, empresarial e sociedade civil organizada do Ceará, em prol deste arrojado projeto. O HUB representa um investimento de R$ 4 bilhões e deve promover a geração de, aproximadamente, dez mil empregos diretos e indiretos, além de um incremento histórico para o turismo, comércio e setor de serviços como um todo. O governador Camilo Santana, os senadores do Ceará além do titular da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), André Facó, conversaram, ontem, com a presidente da TAM, Cláudia Sender, que segundo os participantes do encontro, sinalizou a disposição da companhia aérea em fincar novas estacas no Estado.
Afinal, a empresa está concluindo a implantação de um Centro de Manutenção de Aeronaves Executivas no Aeroporto Regional de Aracati, distante 125 quilômetros de Fortaleza. Outro diferencial, que deverá contar muitos pontos em relação à reivindicação do Ceará para sediar o HUB, é o oferecimento de uma redução no valor do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para o querosene de aviação, o que diminuirá, significativamente, os custos operacionais da TAM. Com a instalação do empreendimento, o Ceará terá crescente oferta de voos diretos, começando com 14 decolagens para a Europa. Isso sem falar na possibilidade de vir a tornar-se um dos maiores movimentadores de cargas aéreas do País, provenientes dos continentes europeu e norte-americano.
No dia 22 de junho, o governador reuniu, no Palácio da Abolição, mais de mil representantes da sociedade civil, lideranças empresariais e políticas para trazer o equipamento para o Ceará. Com a mobilização “Todos Unidos pelo HUB da TAM no Ceará”, ele procurou sensibilizar sobre a importância do empreendimento para o Estado, não apenas com o objetivo de consolidar a vocação turística, mas fortalecer a economia cearense no longo prazo. “O Ceará tem feito muitos investimentos que têm potencializado o turismo nos últimos anos. Não tenho dúvida de que temos infraestrutura necessária para receber o equipamento”, disse Camilo, na ocasião.
 Planejamento
As articulações do Governo do Ceará para a implantação do HUB da TAM no Aeroporto Internacional Pinto Martins começaram ainda no mês de abril, quando o governador Camilo Santana fez o primeiro contato com a presidente da empresa aérea, Cláudia Sender, por telefone. Em maio, o governador se reuniu com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, em Brasília, quando buscou o compromisso de incluir o aeroporto de Fortaleza no pacote de concessões do Governo Federal, o que foi feito e será fundamental para a instalação do centro de conexões.
Naquela oportunidade, houve ainda uma reunião com o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, reforçando a importância da retomada das obras de ampliação do aeroporto de Fortaleza. No Ceará, foi realizado outro encontro entre os secretários de Estado com representantes da Infraero e da Prefeitura de Fortaleza, para montar o plano estratégico do Estado. Desde então, várias ações foram realizadas para trazer o HUB para o Ceará, inclusive uma reunião de Camilo com a bancada federal cearense.
Com planejamento, a capital cearense apresentou seu programa de investimentos, ações, incentivos e facilidades para receber o HUB da TAM, em um esforço conjunto do Governo do Estado, Prefeitura de Fortaleza e Assembleia Legislativa. A inclusão do Aeroporto Internacional Pinto Martins no pacote de concessões do Governo Federal reforçou, ainda mais, a competitividade da cidade. E como as obras de ampliação do terminal de passageiros estão paradas, elas podem ser retomadas com as devidas adequações às necessidades da companhia aérea, representando outro trunfo importante para as ambições do Ceará.
Funcionamento do HUB pode desenvolver setor no Ceará
HUB é um aeroporto que se destaca no contexto de um país ou região pela sua dimensão e pela sua atração de um grande número de voos, abrindo maiores possibilidades de receber visitantes. Também pode ser denominado HUB o aeroporto onde uma determinada companhia aérea possui a sua sede, hangares ou terminais dedicados. A instalação de um HUB no principal aeroporto cearense representa um avanço significativo para a economia do Estado. Isso porque cerca de 73% da economia cearense são baseados em serviços, alavancados principalmente pelo turismo.
De acordo com dados da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), somente na última alta estação, o Estado recebeu 1.023.485 turistas. O período compreende os meses de dezembro de 2014 e janeiro e fevereiro deste ano. A demanda de visitantes teve um acréscimo de 5,3% em comparação com os números do mesmo período do ano anterior, quando o Estado recebeu 971.350 turistas. Foi gerada uma receita de R$ 2,1 bilhões durante a alta estação, número 23,8% maior que no ano passado.
Um centro de conexões aéreas facilita, do ponto de vista logístico e empresarial, a oferta e a procura por pacotes para um destino já consolidado, como é o Ceará. Comprovado pelo segundo ano consecutivo como o melhor Estado destino do Brasil pelos agentes de viagem do Estado de São Paulo, o maior mercado emissor de turistas do País.

Capa do jornal O Estado(CE)


Coluna do blog



“Férias: Decon dá dicas de cuidados com bagagem
No ano passado, o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (DECON/CE), do Ministério Público do Estado do Ceará, registrou 213 atendimentos relacionados a extravios e danos de bagagem. Este ano, até o momento foram 52 casos notificados. Com a proximidade do período de férias, o órgão lembra que a legislação prevê os direitos dos consumidores que eventualmente passarem por esses problemas durante as viagens. Seguem as dicas sobre os cuidados gerais que se deve ter com a bagagem e sobre como proceder em casos de incidente: - Se a viagem for de ônibus, o passageiro deve tomar certos cuidados, como identificar a mala por dentro e por fora com endereço de origem e de destino. - Ao se transportarem presentes, é importante levar na bagagem de mão as notas fiscais de compra. Deve-se também portar os documentos pessoais e objetos de valor, como joias, na valise e, por fim, exigir que um funcionário da empresa transportadora identifique toda a bagagem com um tíquete próprio, destacando parte dele para ficar sob a guarda do passageiro. - É importante ficar atento aos pertences de mão principalmente nas paradas e escalas, uma vez que existem diferentes posicionamentos sobre quem deve ser responsabilizado por eventuais problemas.- Malas, sacolas, pacotes ou bolsas de mão devem ser identificados dentro e fora com etiquetas que contenham nome, endereço completo e telefone do passageiro. - Eventuais excessos de bagagem podem ser cobrados, portanto, é aconselhável verificar com antecedência o limite de peso ou volume determinado pela companhia, informação que já deve constar no contrato de prestação de serviço. Algumas bagagens devem ser despachadas obrigatoriamente como carga, por isso é importante se informar junto à companhia aérea, inclusive para verificar o valor da taxa.- Após o check-in, a empresa aérea torna-se responsável pela bagagem e deve indenizar o passageiro em caso de extravio ou danos. Por segurança, pode-se fazer uma declaração (taxa cobrada à parte) dos itens contidos na bagagem, discriminando os valores, devendo o consumidor guardar uma via do documento. - Nas viagens internacionais, por medida de segurança, certos pertences devem ser embarcados em sacolas plásticas transparentes. É aconselhável, então, verificar os procedimentos junto à companhia aérea antes de se dirigir ao aeroporto. - Há itens que não podem ser levados na bagagem despachada. Deve-se consultar a empresa área sobre esses detalhes. - Equipamentos eletrônicos, como máquina fotográfica, filmadora, computador portátil, etc., devem ser declarados no posto da Receita Federal localizado dentro do aeroporto. Caso a bagagem seja extraviada, deve ser registrada imediatamente a ocorrência no balcão da companhia aérea ou nas seções de Aviação Civil da ANAC instaladas em cada aeroporto. A empresa é obrigada a enviar a bagagem em questão no local indicado pelo dono. - O consumidor deve guardar bem o comprovante de embarque da bagagem, pois ele é a prova de que ela foi entregue no balcão da companhia. - O Decreto Lei nº 2521, de 1998, determina valores máximos para extravio e avaria na bagagem, mas nem sempre a quantia reembolsada espelha a realidade e, por isso, o consumidor pode precisar buscar seus direitos judicialmente.A secretária-executiva do DECON, Ann Celly Sampaio Cavalcante, destaca que, em caso de problemas de extravio de bagagem, os consumidores em trânsito no Aeroporto Internacional Pinto Martins podem formalizar reclamação junto ao Posto Avançado do DECON, que funciona durante 24 horas, mas aconselha que se procure primeiro a empresa. Mais informações: Ann Celly Sampaio Cavalcante (9614.3500), secretária-executiva do DECON; e Alexandre Diniz, assessor jurídico do DECON (3454.1195).”  O press release aí recebi esta semana.

A frase: “Na escola aprendi a não gostar de Joaquim Silvério dos Reis, o delator da Inconfidência Mineira. Eu não respeito um delator, até porque eu estive presa na ditadura e sei o que é”. Dilma Rousseff, presidenta do Brasil em NY.



Desejo (Nota da foto)
Espero estar no Brasil neste fim de semana. Amanhã, dia 4 tem lançamento de livro novo do querido Cesar Barreto no Beco do Cotovelo e no dia seguinte, 5 de julho, quero comemorar na Praça João Pessoa,em reforma, os 242 anos de Sobral. Benza Deus.

Penso eu
Havia anos lambia a rapadura atrás de um toco esperando que o zeloso Ministério Público falasse do assunto fruto da cabeça da coluna. Pode falar à vontade e dizer o que disser, mas tudo isso aí não vale nada.

Penso eu II
Nem os juízes julgam e quando julgam as empresas recorrem e chamam a vítima de ladra, que quer enganar. Isso quando não ocorre coisa pior: a vítima cheia de razão perde a causa que, no dizer dos mais renomados juristas tem um bom direito.

Pior
Quando algo ocorre em benefício de quem recorreu à Justiça para ter reparado uma mala rasgada e seus pertences roubados, anos passaram e aquilo que foi inicialmente pedido para ressarcimento do prejuízo, não vale mais nada. A inflação comeu. Tenho provas.

Bom dia

Quando for, vá, ou não terá volta.

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Como foi a reunião com a TAM



HUB: governador se reúne com a presidente da TAM em São Paulo

O governador Camilo Santana participou na manhã desta quinta-feira (2), em São Paulo, de reunião com a presidenta da TAM, Claudia Sender. O encontro, que durou mais de um hora, contou com a participação dos senadores cearenses, Tasso Jereissati, José Pimentel e Eunício Oliveira, e do secretário André Facó (Infraestrutura).  "Essa união em torno do HUB mostra que esse é um projeto de estado, não individual. Estamos aqui juntos para demonstrar isso. Há uma mobilização muito forte para que esse projeto venha para o Ceará", citou Camilo Santana.

No dia 22 de junho, o governador Camilo Santana reuniu no Palácio da Abolição mais de mil representantes da sociedade civil, lideranças empresariais e políticas para trazer o HUB da TAM para o Ceará. Com a mobilização “Todos Unidos pelo HUB da TAM no Ceará”, Camilo procura sensibilizar sobre a importância do empreendimento para o Estado, não apenas com o objetivo de consolidar a vocação turística, mas fortalecer a economia cearense no longo prazo. “O Ceará tem feito muitos investimentos que têm potencializado o turismo nos últimos anos. Não tenho dúvida de que temos infraestrutura necessária para receber o equipamento”, ressaltou o governador, na ocasião.

O HUB representa investimento de R$ 4 bilhões e deve promover a geração de 10 mil empregos diretos e indiretos, além de um incremento histórico para o turismo, comércio e setor de serviços como um todo. Com a instalação do empreendimento, o Ceará terá crescente oferta de voos diretos, começando com 14 voos para a Europa.

Planejamento estratégico
As articulações do Governo do Ceará para a implantação do HUB da TAM no Aeroporto Internacional Pinto Martins começaram ainda no mês de abril, quando o governador Camilo Santana fez o primeiro contato com a presidente da empresa aérea, Cláudia Sender, por telefone.

Em maio, o governador se reuniu com a presidenta Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, em Brasília, quando buscou o compromisso de incluir o aeroporto de Fortaleza no pacote de concessões do Governo Federal, o que será fundamental para a instalação do centro de conexões.

Na ocasião, houve ainda uma reunião com o ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, reforçando a importância da retomada das obras de ampliação do aeroporto de Fortaleza. No Ceará, foi realizado outro encontro entre os secretários de Estado com representantes da Infraero e da Prefeitura de Fortaleza, para montar o plano estratégico do Estado.Desde então, várias ações foram realizadas para trazer o HUB para o Ceará. Entre elas, a reunião do governador Camilo Santana com bancada federal cearense em torno do mesmo objetivo.

Com planejamento, Fortaleza apresentou seu programa de investimentos, ações, incentivos e facilidades para receber o HUB da TAM, em um esforço conjunto do Governo do Estado, Prefeitura de Fortaleza e Assembleia Legislativa. A inclusão do Aeroporto Internacional Pinto Martins no pacote de concessões do Governo Federal reforça ainda mais a competitividade da capital cearense.

O que é um HUB
Hub é um aeroporto que se destaca no contexto de um país ou região pela sua dimensão e pela sua atração de um grande número de voos, abrindo maiores possibilidades de receber visitantes. Também se pode denominar hub ao aeroporto onde uma determinada companhia aérea possui a sua sede, hangares ou terminais dedicados.

Desenvolvimento do Ceará
A instalação de um HUB no principal aeroporto do Ceará, o Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, representa um avanço significativo para a economia do Estado. Isso porque cerca de 73% da economia cearense são baseados em serviços, alavancados principalmente pelo turismo.

Segundo a Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), somente na última alta estação, o Ceará recebeu 1.023.485 turistas. O período compreende os meses de dezembro de 2014 e janeiro e fevereiro deste ano. A demanda de visitantes teve um acréscimo de 5,3% em comparação com os números do mesmo período do ano anterior, quando o Estado recebeu 971.350 turistas. Foi gerada uma receita de R$ 2,1 bilhões durante a alta estação, número 23,8% maior que no ano passado.

Um centro de conexões aeroviárias facilita, do ponto de vista logístico e empresarial, a oferta e a procura por pacotes para um destino já consolidado como é o Ceará. Comprovado pelo segundo ano consecutivo como o melhor Estado destino do Brasil pelos agentes de viagem do Estado de São Paulo, o maior mercado emissor de turistas do País.

AL INSTALA CÂMARA TÉCNICA E EMPOSSA SECRETÁRIO EXECUTIVO DO CONSELHO DE ALTOS ESTUDOS NESTA SEXTA-FEIRA (03/07)

http://mail.uol.com.br/attachment?msg_id=MTYxNjcz&ctype=02072015+ariosto.jpg&disposition=inline&folder=INBOX&attsize=343018
A Assembleia Legislativa do Ceará instala nesta sexta-feira (03/07) a nova Câmara Técnica do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos (CAEAE) e o seu secretário executivo. A nova câmara será presidida pelo deputado Tin Gomes (PHS) e terá como membros os deputados Bruno Pedrosa (PSC), Agenor Neto (PMDB), Sérgio Aguiar (Pros), Heitor Férrer (PDT), Roberto Mesquita (PV) e Evandro Leitão (PDT). A solenidade acontece às 11 horas, no Auditório Murilo Aguiar, oficializada pelo presidente Zezinho Albuquerque (Pros). O novo secretário executivo do CAEAE será o ex-deputado federal Ariosto Holanda (Pros).

Francisco Ariosto Holanda é natural de Limoeiro do Norte. Engenheiro pela Universidade Federal do Ceará, com especialização em Instrumentação de Processos Industriais - Petrobrás pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e pós-graduação em Engenharia Biomédica pela COPPE/UFRJ.

Foi professor titular e coordenador do Curso de Engenharia da Universidade de Fortaleza (Unifor); professor adjunto e coordenador do Curso de Engenharia Química da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Presidente do Nutec. Suas áreas de especialização são Instrumentação de Processos Industriais; Engenharia Biomédica; e Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Atua nas linhas de pesquisa de Formulação, Implantação e Execução de Programas e Projetos voltados para o Desenvolvimento Educacional, Científico e Tecnológico.

Ariosto Holanda foi também deputado federal pelo Ceará por seis mandatos consecutivos, a partir de 1991. Foi secretário da Indústria e Comércio do Estado do Ceará entre 1987 e 1989; e secretário de Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará de 1995 a 1998 e de 1999 a 2002.

Ariosto foi idealizador do Conselho de Altos Estudos da Câmara dos Deputados e trouxe o seu estatuto e regimento para servirem de espelho à criação do Conselho cearense, por solicitação do então presidente da Assembleia Legislativa, Domingos Filho. O CAEAE foi criado em 13 de setembro de 2007 e já contou, em sua secretaria executiva, com o trabalho desenvolvido por Eudoro Santana e Francisco Viana.

Ariosto percebe no Conselho um instrumento para fortalecer o parlamento através dos estudos que possam resultar em projetos de lei que venham ao encontro das necessidades urgentes da população. “Podemos oferecer importantes contribuições ao legislativo cearense, principalmente as relacionadas com educação, ciência e tecnologia, saúde e recursos hídricos”, defende.

As danações do Veveu


Prefeito Veveu Arruda se reúne com Fórum dos Assentados

  O Prefeito de Sobral recebeu, em seu gabinete, representantes do Fórum dos Assentados e Assentadas da micro região de Sobral. A primeira pauta do encontro foi a realização de obras de melhorias nas vias de acesso dos assentamentos Esperança, Flores, São José e Logradouro, no distrito de Aracatiaçu, e dos assentamentos de Águas Mortas e Riachuelo, no distrito de Taperuaba. Essas intervenções já foram entregues à população, beneficiando diretamente cerca de 200 famílias. Também foram discutidas as reformas nos acessos de outros oito assentamentos, localizados nos distritos de Caracará e Aracatiaçu.

Ainda durante o encontro, foram debatidas as medidas de convivência com o semiárido adotadas pela Prefeitura de Sobral. Os representantes dos assentados fizeram um mapa das áreas prioritárias para receberem obras de construção e reforma de açudes e poços. “Fazer o levantamento dos açudes que precisam de intervenção, é o primeiro passo para conseguirmos essa melhoria. Vamos buscar parcerias com os governos estadual e federal, garantindo essa melhoria para nossas comunidades rurais”, afirmou Veveu Arruda.

Se alguém disser que arrumou, essa mentira não é verdade


Hospitais universitários do Ceará vão receber R$ 4 milhões
Recurso vai beneficiar duas instituições que cumpriram indicadores de qualidade, e poderá ser utilizado em melhorias como aquisição de equipamentos, compra de materiais e reformas
O Ministério da Saúde disponibilizou R$ 4 milhões para a ampliação ou melhoria do atendimento realizado no Hospital Universitário Walter Cantídio e na Maternidade Escola Assis Chateaubriand, localizados em Fortaleza, no Ceará. O recurso faz parte das ações do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF), desenvolvido e financiado em parceria com o Ministério da Educação. A Portaria nº 879, que autoriza o recurso, foi publicada no Diário Oficial da União (D.O.U).

Os valores passados são definidos de acordo com indicadores e metas de desempenho de cada hospital. Esse montante, pago em parcela única, vai reforçar o orçamento das instituições universitárias que comprovaram o cumprimento das metas de qualidade relacionadas a porte e perfil de atendimento, capacidade de gestão, desenvolvimento de pesquisa e ensino e integração à rede do Sistema Único de Saúde (SUS) local.

Com esse incentivo, os hospitais universitários podem adquirir equipamentos, realizar pequenas reformas, comprar materiais, entre outras ações, conforme a necessidade e planejamento da instituição. De 2010 a 2014, o Ministério da Saúde destinou mais de R$ 2,3 bilhões aos hospitais universitários de todo o país.

Além dos recursos do REHUF para reestruturação e revitalização dos hospitais universitários, o Ministério da Saúde já repassou, somente em 2015, R$ 735,4 milhões de incentivo para estes estabelecimentos. Os hospitais universitários são vinculados às instituições de ensino superior do Ministério da Educação, responsável pelo pagamento e contratação dos profissionais.

MUNICÍPIO
UNIVERSIDADE
HOSPITAL
VALOR
FORTALEZA
UFC
HOSPITAL UNIVERSITÁRIO WALTER CANTÍDIO
2.042.606,86
FORTALEZA
UFC
MATERNIDADE ESCOLA ASSIS CHATEAUBRIAND
1.991.144,26
Total:


          R$ 4.033.751,1

Prefeito Roberto Cláudio participa de reunião com Ministro da Fazenda para agilizar liberação de recursos

http://mail.uol.com.br/attachment?msg_id=MTU5ODA2&ctype=%3D%3FUTF-8%3FB%3FMDEuMDcgLSBSZXVuacOjbyBNRi5qcGc%3D%3F%3D&disposition=inline&folder=INBOX&attsize=610436
O prefeito Roberto Cláudio esteve reunido nesta quarta-feira (01/07), em Brasília, com o ministro em exercício da Fazenda, Tarcisio Godoy. Acompanhado pelo deputado federal José Airton, da secretaria executiva da Habitafor, Olinda Marques, a e do assessor da Secretaria de Finanças, Francisco Assunção e Silva, o Prefeito tratou de questões relativas a financiamentos externos que a Prefeitura de Fortaleza tem com instituições como Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).
"Basicamente estamos trabalhando para agilizar os recursos que temos para projetos nas áreas de mobilidade urbana e habitação. Os recursos captados lá fora nos garantem ampliar as nossas ações para a resolução de dois grandes desafios da cidade de Fortaleza que historicamente não vinham sendo atacados com a intensidade necessária. Quero crer que durante todo o segundo semestre deste ano já possamos contar com esses recursos", afirmou o prefeito de Fortaleza.

Camilo também foi convidado da TAM

Veja aí o que é que o Camilo vai fazer hoje
 
11h: Reunião com a presidenta da TAM, Claudia Sender, e os senadores do Ceará
Local: São Paulo
15h: Visita a Aparecida (SP)

Bom cristão, Camilo vai sair do encontro com os moços e a moça e vai direto entregar o assunto a Nossa Senhora Aparecida que de besta ele num tem nada.


Aniversariantes

Próximos aniversários
Amanhã, 3 de julho
Sábado, 4 de julho
Fazendo 61 anos
Fazendo 55 anos
Domingo, 5 de julho
Fazendo 40 anos
Fazendo 55 anos
Fazendo 25 anos

Deu no jornal O Povo

Mega Sena - ACUMULOU

Numeros sorteados no concurso  1718 - 01.07.2015

04  30  31  32  47  53

Crescem o entusiasmo e as visitas pelo HUB da TAM


HUB coloca cidades em nível internacional
Em reunião de integrantes do trade turístico cearense, o jornalista Horácio Neves, proprietário do jornal BrasilTuris e um dos mais atuantes profissionais do setor em coberturas na área de turismo, nacional e internacional, afirmou que a possível instalação do HUB (centro de conexão de voos internacionais) da TAM em Fortaleza, “vai catapultar esta cidade para o nível internacional, uma vez que equipamentos deste tipo mudam o mundo”. Segundo ele, antigamente, os portos faziam o diferencial entre as cidades. Na sequência, vieram as ferrovias e, atualmente, são aquelas que possuem bons aeroportos, como Nova Iorque, que possui três, de nível internacional.
Ele lembrou que o turismo, hoje, é visto como um fator econômico, o maior empreendedor mundial, que gera muito desenvolvimento para as cidades, estados e países. “O turismo começou no Nordeste em 1964, com Antônio Carlos Magalhães, na Bahia, que transformou Salvador em um grande destino, o que não foi fácil. De lá para cá, muita coisa mudou. O Centro de Eventos do Ceará (CEC) está no nível de qualquer centro de convenções do mundo, portanto, Fortaleza tem um equipamento que não deixa nada a dever para qualquer outra grande capital. Com a instalação deste HUB, aqui, dentro de quatro ou cinco anos poderemos ter, em Fortaleza, o quinto maior polo de operações aeronáuticas do Brasil”, disse Horácio.

Sucesso
O jornalista, que nasceu em Portugal, mas há décadas vive no Brasil, ressaltou que o HUB tem uma razão de ser, seguindo a linha de um case de sucesso que foi o empreendimento que a TAP construiu em Lisboa. Lembrou que, depois disso, houve tanto desenvolvimento que, atualmente, a TAP decola 84 voos, de 12 cidades brasileiras, para Portugal. “Com a concessão do Aeroporto Internacional Pinto Martins à iniciativa privada, poderemos ter esta infraestrutura fantástica aqui. O atraso nas obras, aqui, pode ser considerado um gol, porque o aeroporto de Natal é novo, mas foi construído para empresas brasileiras, o que não atende às necessidades do Grupo Latam, que adquiriu a TAM. O de Recife também está em discordância. Então, o aeroporto de Fortaleza poderá ser ampliado dentro de uma nova filosofia de trabalho”, asseverou.
Uma pista longa, que o Pinto Martins pode vir a ter (com quatro ou mais quilômetros de extensão), seria ideal para as operações que um HUB necessita. Para tanto, o jornalista já manteve contato com o titular da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur-CE), Arialdo Pinho, para que ele convoque as maiores construtoras do Estado para apresentarem projeto para a privatização do aeroporto de Fortaleza. “Isso porque as grandes empreiteiras do País estão com suas ações sob suspeita, devido à Operação Lava Jato. E com relação ao dinheiro para executá-lo, é mais fácil. As bolsas de valores do mundo giram, diariamente, algo entre US$ 800 bilhões e US$ 1 trilhão por dia. Portanto, há dinheiro no mundo para essa obra, desde que haja bons projetos. Havendo isso, o dinheiro vem “voando” para cá”, completou Horácio Neves.